photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

quinta-feira, 23 de junho de 2011

A nossa [ podre ] classe política


Os políticos brasileiros, legislando em causa própria, instituíram para si mesmos, ao longo da história, uma série de tratamentos excepcionais que os tornam cidadãos "diferentes", como se fossem de uma categoria mais importante que a de outros cidadãos brasileiros, num evidente flagrante de descumprimento do imperativo constitucional que determina a igualdade (de direitos e deveres) de todos.
Numa breve visita à nossa história política, constatamos um vício: a apropriação do Estado por elites políticas que, no poder, transformam o público em propriedade privada.
Clientelismo e patrimonialismo, o nepotismo e a apropriação indevida da coisa pública são práticas condenáveis; não obstante, parcela dos detentores do poder político usa desses estratagemas no exercício de suas funções.
Há uma cultura política que ratifica tais práticas: mandatos e cargos públicos são assumidos como "coisa privada" em detrimento dos interesses públicos.
Todo o tipo de privilégio é justificado com absoluta desfaçatez, como algo normal e moral: sistemas de aposentadoria diferenciados, incluindo aposentadorias vitalícias; salários vultosos, acoplados a inúmeros penduricalhos que permitem uma farra com o erário público; mordomias inexistentes na vida do cidadão-trabalhador comum; excepcionalidades no tratamento jurídico (o foro privilegiado) etc.
Poderíamos descrever outros inúmeros absurdos. Todos legais, apesar de imorais.
Observa-se um paradoxo: um consentimento permissivo de boa parte da sociedade em relação aos privilégios dos políticos. Isso porque há uma espécie de "consenso": privilégios são considerados direitos de certos extratos sociais. Aliás, para muitos, ter regalias não é vergonhoso, antiético e imoral. Ao contrário, é sinal de prestígio, status, poder e até reconhecimento.
Por outro lado, os privilégios aumentam o descrédito nos políticos profissionais. As instituições políticas, por consequência, ficam fragilizadas. E a democracia, nesse contexto, vai-se diluindo em mera formalidade.
A maioria de nossos políticos não está preocupada com isso e, portanto, não moverá sequer uma palha para mudar essa situação. Mas cada um de nós, individual e coletivamente, podemos construir saídas.
De várias maneiras: não votando em políticos que se beneficiam ou defendem privilégios; acompanhando e pressionando os políticos eleitos para proporem leis que alterem essas medidas de exceção; denunciando todo o tipo de mazela que gera privilégios à classe política e, principalmente, associando-se a instituições que discutem as bases de uma profunda reforma política capaz de alterar substancialmente o sistema político, extirpando, inclusive, todo o tipo de regalia que beneficia uns em detrimentos de todos.
Em suma, mudando nossa práxis política, acabaremos com os privilégios dos políticos.


Ana Paula Paiva ( @onlinefulltime )

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket