photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

terça-feira, 26 de julho de 2011



Citado pelo TCU, Maluf recebe aluguel de R$ 1,3 milhão por ano da Fazenda

Nome do deputado aparece em relatório sigiloso do tribunal que defende fim de negócios das empresas de parlamentares com o poder público

25 de julho de 2011 | 23h 00

Leandro Colon, de O Estado de S.Paulo

BRASÍLIA - Uma empresa do deputado Paulo Maluf (PP-SP) recebe cerca de R$ 1,3 milhão por ano do governo federal pelo aluguel do prédio onde funciona a sede da Procuradoria da Fazenda Nacional, em São Paulo. Maluf já recebeu R$ 5,5 milhões dos cofres do Ministério da Fazenda desde o fim de 2006, quando o contrato foi celebrado com "dispensa de licitação". Segundo informações obtidas pelo Estado, o nome de Maluf aparece num relatório sigiloso do Tribunal de Contas da União (TCU) que defende o fim dos negócios envolvendo empresas de deputados e senadores com o poder público federal.

Tiago Queiroz/AE

Pela Constituição, parlamentares não podem firmar contrato com pessoa jurídica de direito público

O aluguel tem vigência até dezembro deste ano e foi assinado por meio da empresa Maritrad Comercial Ltda, da qual Paulo Maluf é dono junto com sua mulher, Sylvia.

O Tribunal de Contas selecionou a relação de parlamentares (deputados e senadores) que têm contratos com administração federal e recomendou ao Congresso que seja cumprido o artigo 54 da Constituição.

Além de Maluf, o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) é outro que tem o nome incluído na lista do tribunal, conforme apurou o Estado.

Veto. De acordo com o artigo 54 da Constituição, deputados e senadores não podem firmar ou manter contrato com pessoa jurídica de direito público, autarquia, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviço público e ser proprietários, controladores ou diretores de empresa que goze de favor decorrente de contrato com pessoa jurídica de direito público, ou nela exercer função remunerada.

O contrato do Ministério da Fazenda com a empresa de Maluf foi assinado no dia 12 de dezembro de 2006 pelo prazo de cinco anos, sem licitação.

O aluguel pago à Maritrad Comercial hoje gira em torno de R$ 130 mil mensais, valor correspondente a 41,5% da locação do imóvel em São Paulo. O restante é repassado para outros proprietários, não vinculados ao Congresso Nacional. O Portal da Transparência do governo federal divulga só os valores anuais do contrato, que são, em média, de R$ 1,3 milhão/ano.


NÃO TEM COMO NÃO FALAR EM POLÍTICA – TENDO EM VISTA A BANDALHEIRA QUE CORRE SOLTA NO BRASIL



RI MESMO, DO POVO OTÁRIO QUE VOTOU NOS SENHORES






Até mesmo o nobre Deputado Paulo Salim Maluf, obtendo vantagens indevidas, a farra do boi anda em alta em Brasília.



As empresas do Senhor Deputado locada para a União, coisa repreensível na Constituição, digno de perda de mandato.



Já disse em outros artigos, que há muito a Carta Magma do país fora rasgada, para dizer coisa mais pejorativa.



A Constituição é utilizada apenas onde pode prejudicar o povo, contudo para os parlamentares e governistas são inatingíveis, ou seja, Lei é para os pobres, negros e prostitutas.



Maluf não só está incorrendo em abuso do poder econômico, como também nem deveria estar recebendo por aluguéis e sim deveria estar pagando aos cofres do país o que roubou descarada mente e até agora nem os devolveu.



Como vemos o povo tem que se ferrar, porque se mantêm em estado letárgico sem menor esboço de reação a altura dos disparates desavergonhados constantes em Brasília, acredito que é o suficiente para uma retirada em massa dos bandidos engravatados.



A União simplesmente dando dinheiro ao deputado federal pelo (PP), sendo que a Constituição afirma terminantemente que é proibido que deputados e senadores não poderão desde a expedição de seu diploma: firmar ou manter contrato com pessoa jurídica de direito público, autarquia, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviço público. Isso só acaba servindo mesmo para funcionários ralés, para os peixes grandes podem tudo, neste governo não conseguimos distinguir o que é público o que particular.



É tudo farinha do mesmo saco, tanto os governistas, congressistas, como os órgãos federais de alto escalão.



O que anteriormente citamos é digno de perda do mandato do político citado bem como, tantos outros que possuem empresas com ligação com o serviço público, por isso querem tanto ser deputados e senadores, para defender o direito de poder roubar nosso dinheiro fazer negócios escusos.



Até quando vamos ver denuncias como esta, e apenas acharmos como normal tal fato. Quando o povo será capaz de realizar um movimento forte para extirpar do cenário político esses ratões podres???



Peço apenas uma reflexão acerca de tantos fatos desagradáveis e que desabonam de forma generalizada todo o Congresso Nacional devido o excesso de permissividade, por parte de quase todos.



Ganham muito pelo serviço porcamente prestado, nada favorável à população, muito pelo contrário. Realizam negócios sujos com o poder público, existe conivência absoluta dentro do Poder.



O que queremos mais para começar uma campanha ferrenha para expulsar a bala esses safados, bandidos engravatados que não medem esforços para pelar os cofres públicos??





Diante do que mais consta, acerca de tanta bandalheira, quero oferecer uma música para o povo que se mantêm em estado letárgico sem reagir.


</spam>





FATIMASSAURO

Um comentário:

  1. PURA SUJEIRA, QUE FAZEM OS RATOS SENTIR REVOLTADOS QUE UTILIZEM SEUS NOMES, PARA TANTO TACANHO CONGRESSISTA.

    ResponderExcluir

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket