photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

sexta-feira, 8 de julho de 2011

CROCANTINHAS FUTEBOL - É M#$DA PRA TODO LADO!


O intocável presidente da CBF, Ricardo Teixeira Ricardo Teixeira

Denúncias de corrupção na FIFA, entidade máxima do futebol mundial, não abalam Joseph Blatter, reeleito sem adversários para comandá-la pelo quarto mandato consecutivo. Denúncias de corrupção na CBF, entidade máxima do futebol do Brasil, não abalam Ricardo Teixeira, o presidente desde 1989. Eles são intocáveis.

O dirigente brasileiro já foi até molestado no ano 2000 por uma CPI criada para investigar contratos e empréstimos suspeitos realizados pela CBF. Saiu incólume. Este ano, ruiu uma nova tentativa na Câmara dos Deputados de colocá-lo contra a parede.

Após conseguir obter o número necessário de assinaturas para criar a CPI da CBF, o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ) assistiu à desistência de vários signatários "visitados na Casa pelo sr. Ricardo Teixeira". O último a jogar a toalha foi o ex-pugilista Acelino Popó (PRB-BA).
Anthony Garotinho insiste em colocar Ricardo Teixeira no "banco dos réus", mas ele tem força política no Congresso Nacional. Desde o início de maio,o deputado aguarda o sinal verde do presidente Marco Maia (PT-RS) para iniciar um ato de fiscalização financeira do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014. Ontem (21/6/11), Marco Maia pediu, do alto da Mesa Diretora no plenário, mais um tempo para despachar a proposta. Fora Garotinho, nenhum outro deputado reclama da evidente protelação.

Mas, se permitida a fiscalização dos preparativos da Copa do Mundo pela CBF, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle poderá se debruçar sobre dez indícios de irregularidades:

1. Composição societária do Comitê Organizador Local.

2. Critérios de divisão dos lucros da Copa do Mundo de 2014.

3. Acordos firmados entre a CBF e as redes de TV e patrocinadores.

4. Volume de recursos envolvidos nas concessões de transmissão e destino desses recursos, bem como apuração dos responsáveis por possíveis irregularidades.

5. Recebimento de salários pelos membros da diretoria da CBF, o que é vedado.

6. Possível prática de lavagem de dinheiro.

7. Financiamento de campanhas eleitorais.

8. Uso do dinheiro da instituição para pagamento de advogados em causas pessoais de Ricardo Teixeira.

9. Uso da entidade para obtenção de lucro por meio da venda de jogadores.

10.Tomada de empréstimos em instituições financeiras internacionais com juros prejudiciais à CBF.

Ricardo Teixeira faz lobby contra a investigação da CBF pela Câmara dos Deputados com o argumento de que não há recursos federais postos no comitê organizador da Copa. Contesta Anthony Garotinho: "Somente de renúncia fiscal há mais de R$ 1,1 bilhão, e com certeza renúncia fiscal é recurso federal. Com base em várias denúncias, podemos deduzir que a CBF transformou-se em uma agência de negócios milionários e ainda assim conseguiu acumular um prejuízo de R$ 25 milhões."

Na CPI da CBF do ano 2000, concluiu-se que "O sistema CBF desorganiza o futebol, submete o calendário a pressões de patrocinadores como emissoras de TV e de interesses políticos, corrompe dirigentes de clubes e de federações e promove a falência do futebol."

O relatório não serviu para absolutamente nada. Dois anos depois, o Brasil ganhou a Copa do Japão e Coreia do Sul e Ricardo Teixeira saiu como um dos heróis do penta. "E ele continua no mesmo posto", lamenta o Garotinho, sabendo que o presidente da CBF tem o apoio de deputados e senadores do governo e da oposição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket