photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

sexta-feira, 22 de julho de 2011

A FORMIGA E O GAFANHOTO


Todos conhecem, desde a infância, a historinha da FORMIGA TRABALHADEIRA e do GAFANHOTO SERESTEIRO E FANFARRÃO. Nossos pais ao fim, nos dava, sempre, a moral:
Trabalhe duro,
Seja previdente e responsável!
Parodiando a mesma história, encontramos a VERSÃO BRASILEIRA dos fatos:
Era uma vez, uma Formiga que trabalhava duro, no sol escaldante de verão, construindo sua toca e acumulando suprimento para o inverno que se aproxima,
O Gafanhoto pensou:
- Que idiota!
E passou o verão, cantarolando, dançando e gargalhando da formiga.
Ao chegar o inverno, o gafanhoto morrendo de frio, armou uma barraca de lona, na entrada da toca da formiga e convocou toda a IMPRENSA, para uma entrevista e exigiu explicação: - Por que a Formiga tem um TOCA aquecida e com suprimentos, enquanto os gafanhotos ficam no frio e com fome?
Toda Imprensa compareceu na entrevista: TV's, jornais, rádios e outras. Fotos da desnutrição do gafanhoto. O povo ficou perplexo!
A notícia recebeu apoio IMEDIATO do GOVERNO, para inserir a gafanhoto nos Programas:
FOME ZERO
BOLSA FAMÍLIA
COMBATE A MISÉRIA EXTREMA
E, ainda, cogita-se uma Emenda Constitucional para que se aumente o Imposto das Formigas, obrigando a comunidade a promoção social dos gafanhotos. A formiga foi multada, por não ceder a sua cota de suprimento ao Ministério de Assistência Social.
O gafanhoto decide invadir a toca da formiga e lá armar um acampamento.
A formiga reage e pede a reintegração de posse, mas os órgãos afins dizem que não possuem efetivos para esse tipo de ocorrência. Na Justiça o pedido foi NEGADO.
O Ministério de Reforma Agrária entre em campo e desapropria a TOCA, por não cumprir sua ação social e deixar o gafanhoto no frio e desnutrido. Uma Comissão de perseguidos acampa a causa do gafanhoto e, pedem indenização e pensão vitalícia.
MORAL DA HISTÓRIA:

Não fui eu e nem você que escrevemos essa historinha,
CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS!

15 comentários:

  1. Nada há de mais adequado do que fábulas, para esclarecer, bem, a quantas anda estepaiz. Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  2. Marilda, perfeito. Um resumo bem humorado do pais do coitadísmo. é isto, somos o país do coitadísmo. Uns poucos trabalham e produzem para sustentar cotas. Meus pais vieram do interior com uma mala e roupa do corpo, criaram e educaram 5 filhos com dignidade, enquanto isto vemos pessoas que invadem espaços publicos, controem barracos, roubam energia, telefone, tv a cabo e agua atraves de gatos. Bebem, traficam, fazem filhos e colocam nos semaforos para esmolar, recebem subsidios do governo com o nosso dinheiro, e todos os dias somos instados a fazer exame de consciencia e lavar a nossa culpa, porque afinal de contas, tentam nos convencer, que nós que trabalhamos e pagamos a fatura, é que somos os culapdos de tudo isto que está ai. Parabens pela analise, objetiva e bem humorada!

    ResponderExcluir
  3. Muito legal. Mas a apresentação "intimida" o leitor masculino, não?
    Outra coisa: são muitos os elementos, talvez seja o caso de disciplinar melhor, isto é, distribui-los na página com mais disciplina.
    Essa dos clubes é muito boa.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto. Transporta a lenda para épocas de (des)governo da corja.

    ResponderExcluir
  5. Uma triste realidade amiga...Mas temos que levar em conta que "cada povo tem o governo que merece"...E somente quando esse mesmo povo começar a sentir no bolso as consequências do voto mal dado é que as coisas começarão a melhorar! Mesmo porque o Gafanhoto será cada vez mais preguiçoso e mal agradecido, enquanto que a formiga, por ser íntegra e trabalhadeira, terá sua recompensa...
    Já diz o velho ditado: "Ri melhor quem ri por último"

    ResponderExcluir
  6. Querida amiga.
    Nem tem o que comentar. Vou pendurar isso por aqui em todas portas de faculdade.
    maravilhoso!!!

    ResponderExcluir
  7. Um primor! Já falaram tudo! rs
    TOVENDOTUDO - Menezes

    ResponderExcluir
  8. A fábula é um recurso pedagógico de imensa valia à educação, por possibilitar o entendimento, por analogia, de temas áridos e difíceis de serem entendidos apenas no plano teorico.
    No caso desta fabula, para explicar a situação do assistencialismo brasileiro é perfeito. Penso que todo programa assistencial deva conter ao menos duas fases, a primeira de prestação do socorro imidiato (dar o primeiro peixe), a segunda, ensinar ao assistido a tornar-se autossuficiente (dar a vara e ensinar a pescar). Apenas fornecer o peixe, degrada a dignidade da pessoa, expondo-a ao escárnio das demais e subjugando-a à entidade assistencial. Só ensinar a pescar, pode ser tardio, em face a imediata necessidade do assistido.
    O sistema de assistencialista brasileiro disvirtua a primeira etapa, ao prover o fornecimento contínuo, e não atende à segunda e importante etapa, ensinar.
    Portanto, acho que no todo, nosso sistema subjuga o assistido e degrada sua dignidade humana.
    Parabéns pelo belo e útil texto, Marilda.
    Abraços,

    Zé Américo

    ResponderExcluir
  9. Mandou mega bem Marilda!!!!!!!!!!!
    eu queria que todos lessem este texto e refletissem e tomasse uma atitide, chega de passividade.
    bjosssss
    Ivete Depelegrim

    ResponderExcluir
  10. Seu blog é coisa de quem conhece dinâmica de grupo,gostei! É muito didático bem humorado mas cheio de técnicas subliminares bem intencionadas,ele apesar de parecer ingênuo,tem muito de profissionalismo nos bastidores.Parabéns! siga em frente.@PortalMatrix

    ResponderExcluir
  11. KKKKK,
    Muito bom Marilda, muito bom.
    O triste, é constatar que apesar do bom humor, a reescrita da historinha infantil, cabe direitinho na nossa atualidade.
    Até quando?
    Até quando vamos aguentar tanta imoralidade nessa passividade?
    Veja por exemplo, os estudantes do Chile, saindo às ruas para protestar pela (má) qualidade da educação (má para eles, para nós seria conceito A pelo MEC), enquanto os nossos aqui, estão limitados a ouvir Restart e fazer coraçãozinho.
    Não dá mais para tolerar. A cada dia que passa desanimo mais, não vejo luz no fim desse túnel, infelizmente...
    Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  12. Genial! Deveria fazer parte do conteúdo dos livros escolares.
    Marilda, você é excelente formadora de opinião, eu prefiro dizer orientadora ou facilitadora de ideias, faz associações geniais com enredo que o povo entende.

    ResponderExcluir
  13. Adorei!
    Adoro fábulas. É um exemplo exercício de parábola para os simplórios entenderem mais rápido. Alegorias são sensacionais. Palavras são palavras;
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  14. Tuca/Marilda...Se me perguntar de novo se deve continuar postando te dou um beliscão...rsrsrsrs...Esta ótimo, uma analogia muito bem construída. Continue sim, sempre. Como disse uma amiga, as vezes um bom texto nos faz refletir mais do que passeatas e protestos, as verdadeiras revoluções são silenciosas.

    ResponderExcluir

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket