photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

sexta-feira, 15 de julho de 2011

No fundo do Poço by Claudio Schamis...repassando..Estel@


No fundo do poço
Quando você acha que nada supera a tragédia enfrentada pela Região Serrana, ainda nos deparamos com uma tragédia maior ainda: a corja que habita os meios políticos.
 Por Claudio Schamis

Ledo engano quem pensou que sim. Que nada poderia superar a tragédia na Região Serrana registrada no começo do ano, que devastou totalmente a região, ceifando centenas de vidas e deixando milhares de desabrigados sem absolutamente nada.
Considerada a maior tragédia climática da história do país — e uma das dez maiores do mundo –, ainda nos deparamos com uma tragédia maior. A tragédia da corja que habita os meios políticos. A tragédia da desumanidade no momento em que as pessoas mais precisam de ajuda. Tem muita gente que ajuda, mas ainda tem também os outros que parecem existir só para atrapalhar e travar um tortuoso e desleal cabo-de-guerra entre a solidariedade de poucos e o mau caratismo, ganância e indiferença de muitos.
Não há vencedores. Mesmo os que “vencem” são os piores perdedores. Eles são escória. Lixo. A parte boa da história até tenta, mas, diante do indizível, acaba sucumbindo junto com a parte que tenta ajudar os que mais precisam, mas segue viagem de carro importado, promove festas com champanhe francês, caviar e camarões VG, e viaja à Europa (sempre) de primeira classe. Vida fútil.
Mas estamos no Brasil. País tropical, bonito por natureza e abençoado por Deus, só que a benção… Essa ainda não chegou para todos. Não é possível que alguém possa se achar abençoado fazendo da desgraça de milhares a sua renda extra. E o que não podia acontecer, aconteceu, e virou manchete. Depois de quase seis meses da tragédia ela ainda continua, agora na versão tupiniquim, da qual já estamos descolados.
Descobriu-se a pólvora aqui no Brasil! Como estamos atrasados, né?
Não me espanta ver que desviaram dinheiro que deveria ter sido usado para reconstruir a Região Serrana e a vida de milhares de pessoas. Por que não desviar? Será que alguém vai se importar? Alguém vai notar? Eles já estão na lama mesmo, né?
É duro, é triste e é vergonhoso que nem nessas horas existe compaixão, humanidade por parte de pessoas que estão no poder. Pouquíssima coisa foi feita — o plano prevê a conclusão de parte das casas populares só em 2012. Pra que pressa, a Copa é em 2014! E os Jogos Olímpicos em 2016. O aluguel social? Eles têm obrigação de ter paciência, afinal não é uma questão simples. E ainda temos que armar tudo sem deixar rastros.
Por que enquanto as casas não ficam prontas, eles não podem ser abrigados nos castelos de deputados muitas vezes comprados com nosso dinheiro, até que tudo seja resolvido? Eles acham melhor jogá-los num abrigo qualquer para serem esquecidos. Se ninguém der falta, poderão roubar mais um pouquinho.
Quando a questão envolve fazer em prol das pessoas algo grandioso, algo humano, algo necessário, existem entraves burocráticos, políticos, acordos e divisão de renda. Tudo isso leva tempo, muito tempo. Mas eles não se preocupam com o tempo. Para les, isso é besteira. E quando a questão envolve o bem-estar deles mesmos, não há o que se pensar, se reúnem rapidamente pra dizer sim e saem para comemorar. Sempre foi assim quando eles se dão aumentos, foi assim que Kassab (já falei isso no texto passado, mas de tão absurdo é bom lembrar para certas pessoas defensoras dessa corja) aumentou seu próprio salário e o de secretários municipais de São Paulo em muitos pontos percentuais — adepto à linha “se é para fazer, que seja bem feito”.
Mas vamos ter isso até quando? Quando vamos acordar? Quando o povo vai se mobilizar e gritar mesmo? Não é para torcer que um dia tudo vai dar certo. E que a seleção vai avançar na Copa América. Tô nem aí pra seleção. Cansei de “120 milhões em ação Pra Frente Brasil, salve a seleção!” Quem tem que ser salvo é o próprio Brasil, que foi sempre livre de vulcões, tsunamis, terremotos, maremotos, mas que tem algo pior, pois não é passageiro, não tem como se prever (até tem) e não existem ações emergências para combatê-lo. São fontes poluidoras, como se fossem de uma usina radioativa, são os cupins da política. Mas diferentemente da outra classe de cupins, estes não devoram madeira, devoram o nosso patrimônio, a nossa chance de construir nossas vidas de forma mais humana.
Estou triste em perceber e constatar que o homem ainda não evoluiu o bastante para conviver com seu semelhante. Uns deveriam ainda conviver com os ratos. Se bem que não sei se seria correto com os ratos.
Salvem as baleias. Não joguem lixo no chão. Não fumem em ambiente fechado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket