photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

domingo, 14 de agosto de 2011

ESCÂNDALO DO MINISTÉRIO DO TURISMO - DIREITO DE RESPOSTA!



14/08/2011 19h42 - Atualizado em 14/08/2011 21h27

Foragido da PF, suspeito de fraude no Turismo se defende em blog


Humberto da Silva Gomes é investigado na Operação Voucher, da PF. Ele negou que sua empresa tenha servido como fachada para desvios.

Débora SantosDo G1, em Macapá
O empresário e jornalista Humberto da Silva Gomes, investigado na Operação Voucher da Polícia Federal, negou neste domingo (13) que sua empresa, Barbalho Reis Comunicação e Consultoria, tenha servido como fachada para o desvio de dinheiro público de um convênio de R$ 4,4 milhões do Ministério do Turismo.
Por meio de um blog, ele informou ter viajado para Miami (Estados Unidos) um dia antes de ser deflagrada a operação da PF, na terça-feira (9), que prendeu 36 pessoas suspeitas de participação na fraude.

Por e-mail, Humberto confirmou ao G1 ser o autor do blog e disse ter ido aos Estados Unidos para vender um carro comprado em Los Angeles, na época em que ele estudava inglês nos EUA. Considerado foragido pela polícia, Humberto chegou a ser inserido na lista de fugitivos da Interpol.

"Não sou fugitivo, nem bandido ou muito menos leciono licitação: a arte da regra 3", disse Gomes em mensagem ao G1. Ele se refere a uma conversa telefônica, interceptada pela PF, na qual ele "ensina" a superfaturar licitações públicas.
"Quando é dinheiro público, não pesa no seu bolso. Aí você joga pro alto mesmo (...). Criou essa ideia aqui: 'É pro governo? Joga o valor pra três, tudo vezes três'", disse Humberto nas conversas degravadas pela PF.

O empresário afirmou ainda que retornará ao Brasil na próxima quarta-feira (17) para prestar esclarecimentos à Justiça.

Veja a íntegra do post em que o empresário se defende das acusações de integrar o susposto esquema de fraude:

"No que diz respeito ao meu envolvimento nos contratos de Capacitação no Estado no Amapá venho esclarecer:
1) Estou nos Estados Unidos por motivo de venda de um veículo que comprei quando ainda era estudante de Inglês em uma escola de Los Angeles. Comprei minha passagem no dia 02/08/2011 (uma semana antes da operação da Policial Federal);
2) Minha empresa foi contratada para a prestação de serviços e estes serviços foram devidamente executados em pareceria com a Sinc Recursos Humanos (empresa de meu irmão, Hugo Leonardo);
3) As conversas gravadas e divulgadas até o presente momento estão editadas o que leva a diversas interpretações. Os responsáveis pela divulgação deveriam liberar todo o conteúdo sem que assim sejamos julgados antecipadamente.
4) Esclareço às autoridades brasileiras que estou à disposição para esclarecer todo o processo de contratação. Eu participei do primeiro projeto no Amapá entre Abril/2009 e Janeiro/2010. Em agosto de 2010 devido a um desentendimento com meu ex-sócio, Fábio de Mello, me afastei dos projetos. No entanto deixei a cargo do ex-sócio a prestação de contas do Projeto de Governança do Amapá.
5) Em Janeiro/2011 embarquei para os Estados Unidos onde morei por seis meses em Redondo Beach, no condado de Los Angeles, e estudei Inglês na EF International. Retornei ao Brasil em Junho/2011, no entanto deixei um veículo de minha propriedade na mesma loja que o comprei para que esta o vendesse. Diante da demora da venda do veículo resolvi vir aos Estados Unidos para tentar agilizar a venda por um valor abaixo do mercado.
A respeito ainda dos contratos firmados entre a minha empresa, Barbalho Reis, e do meu irmão, Sinc Recursos Humanos, afirmo que honramos com todas as etapas e entregamos todos os produtos. Minhas contas bancárias e contratos estão à disposição da Justiça.
Meu retorno ao Brasil está marcado para o próximo dia 17 (quarta-feira). Contudo devido a urgência do acontecido vou solicitar à Cia Aérea a disponibilidade de voos diretos a Brasília no domingo.
Vou responder pelos meus erros, não pelo dos outros.
Atenciosamente,
Humberto S. Gomes"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket