photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

DIRETOR DO PET SHOP (LUCIANO MAFRA) É DIRETAMENTE RESPONSÁVEL PELO OCORRIDO COM O CÃOZINHO QUE FOI ASSASSINADO BRUTALMENTE PELO SEU FUNCIONÁRIO... CADEIA E PROCESSO PARA OS DOIS...

Mia morreu após ser agredida na cabeça por funcionário de pet shop (Foto: Divulgação)

26/09/2011 12h19 - Atualizado em 26/09/2011 12h51

G1
Cachorro morre após ser agredido por funcionário de pet shop em Curitiba

Funcionário bateu com um instrumento de trabalho na cabeça do animal.
Estabelecimento lamentou o ocorrido, e deu outro cão para o proprietário.

Bibiana Dionísio e Fernando Castro Do G1 PR

Uma cadela da raça yorkshire morreu dentro de um pet shop, em Curitiba, após ser agredida por um funcionário. De acordo com o laudo veterinário, a cadela, chamada Mia, teve parada respiratória, parada cardíaca, edema e sangramento na região do crânio. Os donos do animal registraram um Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente.

"Ele [o funcionário] disse que se sentiu ameaçado porque a cachorrinha iria tentar mordê-lo", contou o técnico em eletrônica Bruno Mazeiro, de 22 anos, que era o dono da cadela há seis anos. Segundo ele, Mia tinha menos de 30 centímetros e pesava 1,5 kg. O funcionário bateu na cabeça da cadela com uma rascadeira, instrumento utilizado para pentear pêlo de animais. "Acidentes acontecem, mas como foi de uma maneira cruel, a gente ficou chateado", lamentou.

O diretor-geral do pet shop, Luciano Mafra, afirmou que demitiu o funcionário logo após o ocorrido. “É um fato que não tem como deixar passar. É inadmissível”, disse ao G1. No entanto, o diretor não permitiu que Bruno visse as imagens do circuito de segurança do estabelecimento. "A gente quer saber a verdade, como aconteceu", afirmou Mazieiro. "Eles são responsáveis por quem contratam", acrescentou

Mia morreu após ser agredida na cabeça por funcionário de pet shop (Foto: Divulgação)
Mafra afirmou que pretendia “não polemizar”. Ele afirmou que se trata de algo desagradável, e que o estabelecimento se convalesce com o dono do animal. “Só tem que pedir desculpa mil vezes”, disse. Segundo o diretor, o funcionário trabalhava há mais de um ano no local.

Compensação
"Eles devolveram o corpinho dela em um envelope", contou Bruno. Na tentativa de compensar o cliente pela perda, o pet shop deu outro cachorro da mesma raça para Bruno e a noiva, além do enxoval, as vacinas e alimentação. Para receber o animal, Bruno precisou assinar um contrato de adoção e um termo que dizia que, a partir daquele momento, o pet shop não tinha mais pendências. Bruno afirmou que a direção do pet shop não negou nada a ele.

“Até onde entendemos, fizemos o que podíamos na tentativa de sanar problema”, afirmou Mafra.

Investigação
De acordo com a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, o funcionário deve responder criminalmente por maus-tratos, já que há testemunhas do fato. “Quando você deixa um animal no pet shop, supõe que vão cuidar bem”, disse o policial que conversou com a reportagem. Mais detalhes sobre as investigações não foram revelados, mas o pet shop poderá responder em uma possível ação cível. O ex-funcionário do pet shop não foi localizado pelo G1 para comentar o ocorrido.


COMO DENUNCIAR MAUS TRATOS
http://vidacachorro.wordpress.com/page/25/?pages-list
Publicado em fevereiro 17, 2011 por CMaduro

O Cachorrada está de olho em Maus-Tratos de Animais e contamos com todos vocês para denunciar esse tipo de abuso.

Como Denunciar

Qualquer ato de maus-tratos envolvendo um animal deverá ser denunciado na Delegacia de Polícia. Aconselhamos que os casos de flagrante de maus-tratos e/ou que a vida de animais estejam em risco, acione a Polícia pelo 190 e aguarde no local até que a situação esteja regularizada. A Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) prevê os maus-tratos como crime de comina as penas. O decreto 24645/34 (Decreto de Getúlio Vargas) determina quais atitudes podem ser consideradas como maus-tratos.
Sempre denuncie os maus tratos. Essa é a melhor maneira de combater os crimes contra animais. Quem presencia o ato é quem deve denunciar. Deve haver testemunha, fotos e tudo que puder comprovar o alegado. Não tenha medo. Denunciar é um ato de cidadania. Ameaça de envenenamentos, bem como envenenamentos de animais, também podem e devem ser denunciados.

Exemplos de Maus-Tratos

Abandonar, espancar, golpear, mutilar e envenenar;
Manter preso permanentemente em correntes;
Manter em locais pequenos e anti-higiênico;
Não abrigar do sol, da chuva e do frio;
Deixar sem ventilação ou luz solar;
Não dar água e comida diariamente;
Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido;
Obrigar a trabalho excessivo ou superior a sua força;
Capturar animais silvestres;
Utilizar animal em shows que possam lhe causar pânico ou estresse;
Promover violência como rinhas de galo, farra-do-boi etc..
Outros exemplos estão descritos no Decreto Lei 24.645/1934, de Getúlio Vargas.
Lei Federal 9.605/98 – dos Crimes Ambientais
Art. 32º
Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:
Pena: detenção, de três meses a um ano, e multa.
§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.
Para quem gosta de ler e ama a natureza

Publicado em fevereiro 17, 2011 
por CMaduro


AS LEIS PRECISAM SER MAIS DURAS E INFLEXÍVEIS PARA MAUS TRATOS DE ANIMAIS

Até quando teremos que ver coisas tão aterradoras?
Um maldito, funcionário de um Pet Shop, que tem a coragem de atacar um animal indefeso, matando-o cruel e selvagemente.
O dono do estabelecimento é diretamente responsável, não adiantando demiti-lo, quando da contratação ele esta sujeito a responder pelos atos de seu subordinado.
Precisamos de Leis, severas e duras, não com fianças, e sim com privação de liberdade para casos com animais. Não podemos aceitar tais ocorrências, venham a repetir.
Temos que pressionar colocando o nome do responsável pelo Pet Shop, para que mostre as cenas, que foram gravadas pelo circuito de segurança, caso não venha a  mostrar será penalizado também.
Um ser humano capaz de tal ato tão vil é um potencial assassino em série, e para tal deve ser retirado do convívio da sociedade.
Não posso aceitar, nunca aceitarei, tantas maldades com bichinhos indefesos. Um covarde maldito, quero vê-lo na cadeia com outros presos na cela, se é capaz de enfrentar os que estão ali enclausurado.
Vermes, são vermes tipos que tem coragem de agredir um animal pequeno com alguns centímetros e dizer que defendeu-se, é muito safado. E o dono, cujo nome  faço questão de citar, Luciano Mafra, tem que ter seu Pet Shop fechado, porque desculpas não trazem o animal de volta, e os seu estabelecimento não é confiável.
Cadeia, para aqueles que maltratam os animais, sejam qual for. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket