photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

MINHA PÁTRIA CHORA PELO CÂNCER DA IMPUNIDADE QUE ASSOLA O PAÍS... DELÚBIO, QUEM VOCÊ PENSA QUE ENGANA???

São Delúbio
Delúbio Soares

Delúbio, o 'probo e pobre' sonhador do mensalão


de Crocantinha Fátima

Abaixo da foto diz, probo, mas seria totalmente "improbo",  delinquente do Poder público. Vejam a diferença das fotos logo acima.
Olha a cara de coitado,  de madre Tereza de Calcutá, quem não te conhece que tem compra, diz o ditado.  
Vejam meus amigos, até onde vai a certeza da impunidade, zombam da nossa inteligência.
Todos nós sabemos o quanto são culpados, entretanto insiste em dizer com a maior cara de safado, que o seu sonho é pela democracia, pela solidariedade, só se for a de roubar todos juntos e se acobertando uns aos outros.  Eu não tenho outra adjetivo a qualificá-lo, como sendo um "Crápula" "verme da sociedade".
Ainda faz caras e bocas, parecendo um freira, e pelo jeito como diz, deveria ser canonizado agora em vida.
Essa é a característica intrínseca do Partido que outrora era dos trabalhadores, hoje é um Partido Mafioso.
Eles devem se divertir bastante com a cara  dos cidadãos de bem, em reuniões que devem acontecer no esconderijo do Zeca Diabo, acho que dão muitas gargalhadas, dos bobos que por ventura, possam acreditar nesse sem vergonha.
Um sujeito destes, não deveria ser preso, deveria ser fuzilado como fazem na "China", são inimigos da Pátria.
Minha Pátria chora, a cada espetáculo como esse.
O que nós esperamos que seja feita a "Justiça" a mínima pelo menos, eles tê que ser condenados e encarcerado, pois não é compatível sua convivência com pessoas de bem.
O melhor é que divida um lugar com semelhantes.
A bandeira do Brasil sangra, de pudor, indignação, desgosto... 



Em defesa apresentada ao STF, ex-tesoureiro do PT afirma ser um homem desprendido, 'a despeito dos tantos milhões que passaram por suas mãos'
Veja/ Blogs e Colunistas-quinta-feira, 8 de setembro de 2011
Lauro Jardim
Radar on-line
com Ricardo Brito, Robson Bonin e Thiago Prado

Delúbio Soares: humilde, sonhador, probo e pobre

Nas 135 páginas de alegações finais entregues esta tarde ao Supremo, a defesa de Delúbio Soares rebate as acusações de formação de quadrilha e de corrupção ativa no processo do mensalão, assim como fez Marcos Valério (Leia mais em E o Lula? e A defesa). Ao longo de sua defesa, que pede sua absolvição, Delúbio é classificado como um sonhador, “humilde”, “probo”, “pobre”. Isso mesmo. Anotam os trechos do texto, para rebater a acusação de que se apropriou de 550 000 reais de recursos do chamado valerioduto:

– Humilde, Delúbio ostenta uma condição financeira absolutamente compatível com seus rendimentos, o que reforça ainda mais sua honradez e o despropósito da acusação ministerial de que o defendente teria se beneficiado de valores obtidos por meio dos empréstimos tomados junto aos Bancos Rural e BMG.

– Delúbio Soares dedica sua vida a um sonho: “Lutar por democracia, pluralidade, solidariedade, transformações políticas, sociais, institucionais, econômicas, jurídicas e culturais, destinadas a eliminar a exploração, a dominação, a opressão, a desigualdade, a injustiça e a miséria, com o objetivo de construir o socialismo democrático”. Assim viveu cada um dos seus dias nos últimos 31 anos. Esse sonho não se realiza – sabemos todos, sabe ele – comprando votos de parlamentares ou engendrando organizações criminosas. Não!

– Homem desprendido, Delúbio vive com simplicidade, é pobre, a despeito dos tantos milhões que passaram por suas mãos. Por isso mesmo goza de imenso respeito entre os que compartilham suas posições políticas.

– Se das finanças do maior Partido político brasileiro não desviou um ceitil em proveito próprio, cometeu – não há negá-lo – um deslize típico da democracia brasileira e, se dele fosse acusado, defender-se-ia, mas aceitaria a punição que acaso lhe tocasse. Estaria, afinal, sendo punido pelo que fez, não pelo que arbitrariamente se supôs que fez.

Para não ser punido pelo Supremo, Delúbio, por meio da defesa, afirma que não comprou apoio político para aprovar projetos do governo Lula. Serviu apenas – na propalada tese da defesa de um crime já prescrito, diga-se – de pagador de dívidas de campanha do PT e de aliados, a pedido da cúpula partidária.

A defesa apresenta até uma conta para provar tanto a inocência dele como sua mera participação acessória no escândalo. Dos 394 depoimentos transcritos, 337 não mencionam Delúbio, 39 conhecem-no da vida profissional ou partidária, quatorze de vista ou da mídia e nenhum conversou com ele sobre compra de votos ou ouvir falar disso.

Para reforçar ainda mais sua posição, os advogados de Delúbio apresentam uma série de tabelas em que importantes votações do Congresso, alvo das suspeitas de pagamento do mensalão, só foram aprovadas porque contaram com o apoio “dos partidos da oposição”.

Delúbio se vale até do precedente no processo do Supremo que absolveu Fernando Collor da acusação de corrupção para se isentar. Segundo ele, assim como no caso do ex-presidente que sofreu impeachment, não há ato de ofício apto a caracterizar o crime. Por último, ele também ressalta que não há “qualquer prova” de que ele, José Dirceu e os outros dirigentes do PT se associaram em uma quadrilha para cometer crimes. Há sim amizade e a coincidente filiação partidária.

Por Lauro Jardim

u_3b7a5987


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket