photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Dilma diz que Sozinhos, emergentes não podem ser 'motor da economia mundial'

Dilma (arquivo/Reuters)
Dilma discutirá crise da zona do euro com líderes da UEMarcia Bizzotto
De Bruxelas para a BBC Brasil
Atualizado em  3 de outubro, 2011 - 05:33 (Brasília) 08:33 GMT

Dilma viajou para a Europa acompanhada de cinco ministros
A presidente Dilma Rousseff chega nesta segunda-feira a Bruxelas para participar da 5ª Cúpula UE-Brasil,onde se reunirá com líderes do bloco para discutir a grave crise enfrentada pelos países da zona do euro.
Dilma estará acompanhada de cinco ministros - Exterior; Desenvolvimento, Indústria e Comércio; Ciência e Tecnologia; Cultura e Comunicação -, além de uma delegação de cerca de 40 empresários e representantes de associações comerciais, liderada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex).
Nova York, Dilma oferece 'recursos políticos' para solucionar criseONU deve fiscalizar arsenais de potências nucleares, diz DilmaSozinhos, emergentes não podem ser 'motor da economia mundial', diz Dilma no 'FT'Tópicos relacionadosInternacional, Brasil, Europa Em encontros com os presidentes do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, e da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, a presidente deve manifestar preocupações com a crise da dívida na zona do euro.
"A correlação entre as economias do Brasil e da União Europeia é evidente. A UE é o principal parceiro comercial do Brasil. Se a demanda cair na UE, o Brasil sai prejudicado. Por isso a opinião do Brasil (sobre como a UE lida com a crise) é importante. O Brasil já não é uma economia emergente", ressaltou um alto funcionário europeu.
O comércio entre o Brasil e a UE somou 35,4 bilhões de euros no primeiro semestre de 2011, quando o país importou produtos por 16,9 bilhões de euros do bloco europeu, principalmente bens manufaturados, e exportou 18,5 bilhões, principalmente matérias-primas.
A delegação brasileira também deverá questionar os europeus sobre a ideia de excluir o país de seu Sistema Geral de Preferências (SGP), que atualmente beneficia 12% das exportações do Brasil para a Europa com tarifas zero ou reduzidas.

Linha de crédito
A cúpula deverá concluir com a assinatura de três novos acordos de cooperação entre as duas partes nas áreas de transportes aéreos, cultura e desenvolvimento.
O principal resultado prático da reunião anual deve ser a assinatura de um acordo entre o Banco Europeu de Investimento (BEI) e o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) brasileiro para a criação de uma nova linha de crédito destinada a projetos de desenvolvimento regional no Brasil.
Dotado de 500 milhões de euros, o fundo deverá beneficiar, por exemplo, programas de "desenvolvimento de energias renováveis como motor de crescimento para determinadas regiões brasileiras", segundo explicou o alto funcionário europeu.
As autoridades brasileiras e europeias assinarão, ainda, um acordo de liberalizarão do setor de transportes aéreos, concluído em março passado com o fim de aumentar os fluxos entre os dois lados do Atlântico, além de um acordo para intensificar os intercâmbios culturais.
A cúpula bilateral também tem como objetivo ampliar as 20 áreas de cooperação setorial previstas em sua associação estratégica para incluir a inovação industrial, prevenção de desastres, combate ao terrorismo e exploração espacial.
A agenda ainda inclui discussões sobre a próxima reunião do G-20, na França, sobre mudança climática, segurança energética, o processo de paz entre Israel e palestinos, a reconstrução da Líbia e o estado das negociações para um acordo de associação entre a União Europeia e o Mercosul.
Para a indústria brasileira, a prioridade é atrair mais investimentos principalmente nas áreas de inovação, telecomunicações e energias renováveis.
Da Bélgica, Dilma seguirá para a Bulgária, em uma viagem de caráter pessoal, antes de desembarcar na Turquia, onde se reunirá com o presidente, Abdullah Gul, e o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket