photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

terça-feira, 4 de outubro de 2011

ISSO NÃO PODE SER ESQUECIDO SIMPLESMENTE... SÃO SERES HUMANOS... 19 ANOS DO MASSACRE DO CARANDIRÚ..


› Último Segundo ›



Ato ecumênico relembra massacre do Carandiru


Manifestação foi feita no parque da Juventude em dia que massacre completa 19 anos. Na ocasião, 111 presos foram mortos em ação policial

iG São Paulo | 02/10/2011 17:22

O massacre do Carandiru, no qual 111 presos morreram depois da ação policial dentro do presídio, completa 19 anos neste domingo. Um ato ecumênico foi realizado no parque da Juventude, zona norte de São Paulo, em memória às vítimas.

Ato ecumênico em parque da Juventude relembra os 19 anos do massacre do Carandiru
A manifestação foi organizada e divulgada pela “Sociedade Mães de Maio” em parceria com a Pastoral Carcerária e outros movimentos de direitos humanos, compostos por muitos parentes das vítimas.

O massacre ocorreu em 1992, mas só em 2010, 116 policiais militares foram acusados de envolvimento na morte dos presos. Na época, 84 foram acusados de homicídios qualificados e os outros 32 de causar lesões corporais nos detentos do Pavilhão 9 da antiga Casa de Detenção. Ainda em 2010 foi divulgado que os crimes atribuídos a esses últimos policiais prescreveram - o que significa que eles não podem mais ser punidos pela Justiça. 

Crocan Fhati

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket