photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O CASO DA ALUNA MORTA NO DISTRITO FEDERAL....

Suênia Sousa Faria, morta pelo professor e ex-namorado

Polícia encerra investigação sobre caso da aluna morta no DF
03/10/2011 - 18h09
CAROLINA SARRES
DE BRASÍLIA


As investigações sobre a morte da estudante Suênia Sousa Faria, 24, pelo ex-namorado e professor de direito Rendrik Vieira Rodrigues, 35, foram encerradas nesta segunda-feira (3), segundo informação da Polícia Civil do Distrito Federal.

Estudante morta avisou reitor de ameaças, diz família
"Ele era ótimo professor", diz colega de aluna morta
Professor que matou aluna pode ser impedido de advogar
Professor trafegou por 40 minutos com corpo de aluna, diz polícia


Suênia Sousa Faria, morta pelo professor e ex-namorado
"Já não há necessidade de mais informações. Eu estou satisfeito com o que foi feito. O caso saiu da esfera policial e está sob a responsabilidade do promotor e do juiz", declarou Alexandre Nogueira, delegado responsável pelo caso.
Nogueira afirmou que os resultados de investigações e interrogatórios foram encaminhados, nesta segunda, para o TJDF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal), onde deverá haver decisão sobre a prisão do suspeito durante o julgamento do caso.
O delegado disse que o tribunal poderá determinar a soltura de Rendrik, pois a decisão de prisão preventiva não garante que ele fique sob custódia.
O advogado do professor, Andrew Faria, entrou com pedido de "relaxamento de prisão" na manhã de domingo (2).
"Acredito que Rendrik como técnico do direito, tentou fazer apresentação espontânea para responder o processo em liberdade. A nossa avaliação, no entanto, é a de que ele vá responder preso. As evidências são claríssimas", afirmou o delegado.
O TJDF informou que ainda não há determinação de prazos ou informações sobre quem serão o juiz e o promotor responsáveis sobre o caso.
Durante o último fim de semana, a Polícia Civil colheu depoimentos de Rendrink e de três testemunhas --o namorado de Suênia, uma amiga da jovem [que foi a última a ter contato com a vítima] e o policial que recebeu o corpo na delegacia.
A arma usada no crime não foi encontrada pela polícia, que a declarou "extraviada".
"Nós não vamos mais procurar a pistola. Rendrink nos acompanhou até o local e mesmo assim não a encontramos. Não há necessidade de achá-la, pois todas as evidências apontam para ele [Rendrik]", disse Nogueira.
Segundo o delegado, o professor deverá ser acusado de homicídio duplamente qualificado --em que houve morte por motivo fútil e impossibilidade de defesa por parte da vítima. O professor poderá ter de cumprir de 12 a 30 anos de prisão.
Rendrik permanece em prisão preventiva desde sábado (1), por determinação do juiz Paulo Afonso Correia Lima Siqueira, no DPE (Departamento de Polícia Especializada) de Brasília.
O advogado de Rendrik, Andrew Farias, declarou que a a defesa "tem muito a dizer", mas que ainda não é o momento.
"Ele continua preso e passa bem. A defesa está deliberando sobre a questão e faremos um pronunciamento quando o momento for oportuno", afirmou Farias.

CASSAÇÃO DE REGISTRO
De acordo com Claudimar Zupiroli, presidente do TED (Tribunal de Ética e Disciplina) da OAB-DF (Ordem dos Advogados do Brasil), foi instaurado "processo de suspensão preventiva do exercício da advocacia" contra Rendrik Vieira Rodrigues.
"Foi feito o que está na legislação, em que há previsão de suspensão do profissional que tiver conduta de repercussão negativa em relação à classe e à sociedade. Essa conduta foi entendida desse modo e foi instaurado o processo", informou Zupiroli.
A análise da suspensão deverá ocorrer dentro de 30 a 40 dias. Rendrik deverá ser notificado e apresentar defesa em uma sessão pública --em que o tribunal de ética deliberará sobre a suspensão. Caso o professor continue preso, será representado por um advogado.
O presidente da TED disse que, para que haja exclusão de Rendrik dos quadros da OAB, deve ser instaurado um procedimento de inidoneidade moral. Para tal, a ordem deve aguardar a decisão judicial do processo criminal.

ENTENDA O CASO
Na última sexta-feira (30), o professor de direito o UniCEUB (Centro Universitário de Brasília), Rendrik Vieira Rodrigues, 35, entregou à polícia o corpo de Suênia Sousa Faria, 24, por volta das 18h, na delegacia do Recanto das Emas, cidade-satélite de Brasília.
Ele assumiu ter matado a jovem com dois tiros na cabeça e um no tórax, após os dois terem tido uma discussão. Rendrik abordou Suênia com uma pistola 380 e forçou sua entrada no carro em que a jovem dirigia.
Rendrik e Suênia tiveram um relacionamento de aproximadamente um ano. A polícia afirmou que o professor cometeu o crime por não ter se conformado com a separação.
A família de Suênia afirma que a estudante era ameaçada pelo ex-namorado e que a jovem teria procurado a reitoria do UniCEUB --onde ela estudava e ele lecionava. A reitoria da instituição informou que não há nenhum registro de reclamação por parte de Suênia.
Depois do ocorrido, Rendrik foi demitido tanto pelo UniCEUB, quanto pela Faculdade Projeção --onde era coordenador do curso de direito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket