photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

A SOCIEDADE QUE PREZA A DECÊNCIA QUER VER PALOCCI NA CADEIA, POR TODOS OS SEUS CRIMES, ATÉ MESMO SEU ENVOLVIMENTO COM A MORTE DE CELSO DANIEL......JUSTIÇA SEJA FEITA....


Ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci
ESSE É O MELHOR MAIS APROPRIADO PARA ABRIGAR
VAGABUNDOS COMO PALOCCI
11/10/2011 - 08h45
Promotoria abre investigação sobre Palocci
Folha

O ex-ministro Antonio Palocci é alvo desde o dia 29 de uma investigação criminal que apura a suspeita de seu envolvimento em uma operação de lavagem de dinheiro no aluguel do apartamento em que ele morava na zona sul de São Paulo, informa reportagem de Flávio Ferreira, publicada na Folha desta terça-feira (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

O procedimento do Ministério Público de São Paulo foi iniciado depois da análise de documentos fornecidos pela Junta Comercial do Estado e cartórios de imóveis.

Procuradoria reafirma indício de crime em negócios de Palocci
Entenda as crises que atingiram o governo Dilma
Exclusivo: Palocci diz que ninguém provou irregularidades

Ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci
Palocci deixou o governo em junho após a crise deflagrada pela revelação da Folha de que seu patrimônio havia aumentado 20 vezes em quatro anos.

O jornal também mostrou que o ex-ministro havia faturado R$ 20 milhões por meio de sua empresa de consultoria quando era um dos coordenadores de campanha da presidente Dilma Rousseff.

A defesa do ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci negou qualquer irregularidade no aluguel do apartamento em que ele morava na cidade de São Paulo.


04/10/2011 - 16h53
Procuradoria reafirma indício de crime em negócios de Palocci

Em nota divulgada nesta terça-feira (3), a Procuradoria da República no Distrito Federal reafirma ter encontrado "fatos novos" ao examinar os negócios particulares do ex-ministro Antonio Palocci, conforme revelou hoje reportagem publicada pela Folha.

"Em 8 de agosto, foram encaminhadas ao procurador-geral da República informações apuradas no inquérito civil público que investiga eventual enriquecimento ilícito do ex-ministro da Casa Civil, Antônio Palocci, referentes a contratos firmados pela empresa Projeto. A comunicação reúne informações que não foram citadas, implícita ou explicitamente, na decisão de arquivamento da representação criminal divulgada pela imprensa e analisada no bojo do inquérito civil", diz a nota.

A Procuradoria informa ainda que, em razão do afastamento da procuradora titular, o caso será analisado pelo substituto, Gustavo Pessanha Velloso, titular do 3º Ofício Criminal. "Caberá a ele a decisão sobre eventual abertura de inquérito criminal, após análise da documentação recebida."

Ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci
A decisão da Procuradoria da República no Distrito Federal de instaurar o procedimento foi tomada antes mesmo de o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, responder ofício no qual foi informado dos novos fatos encontrados pelos procuradores no caso.

Palocci deixou a Casa Civil em junho deste ano, após a Folha revelar que ele multiplicou seu patrimônio por 20 entre 2006 e 2010, quando foi deputado federal e manteve, paralelamente, uma consultoria privada.

A Projeto, empresa aberta por Palocci em 2006 --quando afirmou ter patrimônio de R$ 356 mil-- também comprou, em 2009 e 2010, imóveis em região nobre de São Paulo no valor total de R$ 7,5 milhões.

Em entrevista exclusiva à Folha, Palocci afirmou que não revelou sua lista de clientes a Dilma, atribuiu as acusações a ele a uma "luta política" e disse que ninguém provou qualquer irregularidade na sua atuação com a consultoria Projeto.

Foi a segunda vez que Palocci deixou o governo após um escândalo --em 2006 deixou o Ministério da Fazenda após suspeitas de ter quebrado o sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa.

OUTRO LADO

O advogado do ex-ministro Antonio Palocci, José Roberto Batochio, afirmou que acompanha, desde o início, as investigações do Ministério Público Federal na área cível e que "não existe absolutamente nenhum fato novo" que justifique um outro inquérito na área criminal.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket