photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

ESTE NÃO É UM GOVERNO É UMA FACÇÃO DE ALTA PERICULOSIDADE. E SEMPRE O MESMO MODUS OPERANDIS.. "P T" - PARTIDO DA TRANSGRESSÃO E LULA É O LÍDER ABSOLUTO DESTA PATIFARIA.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT) assumiu a Casa Civil no lugar de Antonio Palocci (PT) em 7 de junho. O ministro pediu demissão após as denúncias, todas negadas por ele, de que seu patrimônio teria aumentado 20 vezes em quatro anos e de que teria favorecido uma empresa na restituição de Imposto de Renda em troca de financiamento para a campanha de Dilma Rousseff    Foto: Terra
A senadora Gleisi Hoffmann (PT) assumiu a Casa Civil no lugar de Antonio Palocci (PT) em 7 de junho. O ministro pediu demissão após as denúncias, todas negadas por ele, de que seu patrimônio teria aumentado 20 vezes em quatro anos e de que teria favorecido uma empresa na restituição de Imposto de Renda em troca de financiamento para a campanha de Dilma Rousseff 

Ideli Salvatti (PT) e Luiz Sérgio (PT) trocaram de cadeiras no dia 10 de junho. Ele passou à frente do Ministério da Pesca e Aquicultura e ela se tornou a nova ministra das Relações Institucionais. Na visão do governo, após a saída de Palocci, criou-se uma lacuna na articulação política, que não poderia ser preenchida pela substituta Gleisi Hoffmann, que terá uma gestão técnica à frente da Casa Civil  Foto: Terra
Ideli Salvatti (PT) e Luiz Sérgio (PT) trocaram de cadeiras no dia 10 de junho. Ele passou à frente do Ministério da Pesca e Aquicultura e ela se tornou a nova ministra das Relações Institucionais. Na visão do governo, após a saída de Palocci, criou-se uma lacuna na articulação política, que não poderia ser preenchida pela substituta Gleisi Hoffmann, que terá uma gestão técnica à frente da Casa Civil



Paulo Passos (esq.) assumiu, no dia 11 de julho, o posto de ministro dos Transportes após quatro dias como titular interino da pasta. O ministro anterior, Alfredo Nascimento (PR, dir.), pediu demissão após denúncias de que seu partido teria realizado um mensalão envolvendo contratos de obras em rodovias. O negócio renderia à sigla até 5% do valor dos contratos firmados pelo ministério sob a gestão da estatal Valec e do Dnit. Nascimento nega conivência com o suposto esquema  Foto: Terra

Paulo Passos (esq.) assumiu, no dia 11 de julho, o posto de ministro dos Transportes após quatro dias como titular interino da pasta. O ministro anterior, Alfredo Nascimento (PR, dir.), pediu demissão após denúncias de que seu partido teria realizado um mensalão envolvendo contratos de obras em rodovias. O negócio renderia à sigla até 5% do valor dos contratos firmados pelo ministério sob a gestão da estatal Valec e do Dnit. Nascimento nega conivência com o suposto esquema



O ministro Nelson Jobim (dir.), titular da pasta da Defesa, pediu demissão em 4 de agosto após dizer que considerava a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, muito fraquinha, e que a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, sequer conhece Brasília. Ele se defendeu alegando que seria tudo parte de um jogo de intrigas. Para seu lugar, foi escolhido Celso Amorim , ex-ministro de Relações Exteriores  Foto: Terra
O ministro Nelson Jobim (dir.), titular da pasta da Defesa, pediu demissão em 4 de agosto após dizer que considerava a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, "muito fraquinha", e que a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, "sequer conhece Brasília". Ele se defendeu alegando que seria tudo "parte de um jogo de intrigas". Para seu lugar, foi escolhido Celso Amorim , ex-ministro de Relações Exteriores
Foto: Terra

Wagner Rossi (dir.) pediu demissão em 17 de agosto do Ministério da Agricultura após denúncias contra sua gestão. Entre elas, a de ter ligações com um lobista que atuaria dentro da pasta na preparação de editais, pegar carona em um jato de uma empresa que cresceu 81% após entrar em uma campanha do governo e repassar a políticos terrenos a preços abaixo do valor de mercado. Assumiu o líder do governo no Congresso, Mendes Ribeiro Filho (esq.), no lugar de José Fontelles, interino  Foto: Terra
Wagner Rossi (dir.) pediu demissão em 17 de agosto do Ministério da Agricultura após denúncias contra sua gestão. Entre elas, a de ter ligações com um lobista que atuaria dentro da pasta na preparação de editais, pegar carona em um jato de uma empresa que cresceu 81% após entrar em uma campanha do governo e repassar a políticos terrenos a preços abaixo do valor de mercado. Assumiu o líder do governo no Congresso, Mendes Ribeiro Filho (esq.), no lugar de José Fontelles, interino



O deputado Gastão Vieira (PMDB) (esq.) foi anunciado em 14 de setembro como o novo ministro do Turismo, em substituição ao também peemedemista Pedro Novais. Ligado à família Sarney, o novo ministro estava em seu quinto mandato como deputado federal. Novais entregou o cargo depois de sua situação política ter se deteriorado por suspeitas de que ele teria usado recursos públicos para pagar uma governanta e um motorista para a família  Foto: Terra
O deputado Gastão Vieira (PMDB) (esq.) foi anunciado em 14 de setembro como o novo ministro do Turismo, em substituição ao também peemedemista Pedro Novais. Ligado à família Sarney, o novo ministro estava em seu quinto mandato como deputado federal.    Novais entregou o cargo depois de sua situação política ter se deteriorado por suspeitas de que ele teria usado recursos públicos para pagar uma governanta e um motorista para a família
Foto: Terra


Orlando Silva (PCdoB) pediu demissão do Ministério do Esporte no dia 26 de outubro, após reunião com a presidente Dilma Rousseff e o presidente do seu partido, Renato Rabelo. Silva não resistiu à pressão para que ele deixasse o cargo após denúncias de fraudes em contratos entre a pasta e organizações não-governamentais (ONGs). O ministro, o sexto a cair durante o governo Dilma, deu lugar a Aldo Rebelo, o que manteve a pasta sob o comando do PCdoB  Foto: Terra
Orlando Silva (PCdoB) pediu demissão do Ministério do Esporte no dia 26 de outubro, após reunião com a presidente Dilma Rousseff e o presidente do seu partido, Renato Rabelo. Silva não resistiu à pressão para que ele deixasse o cargo após denúncias de fraudes em contratos entre a pasta e organizações não-governamentais (ONGs). O ministro, o sexto a cair durante o governo Dilma, deu lugar a Aldo Rebelo, o que manteve a pasta sob o comando do PCdoBFoto: Terra


Depois de tantos golpes, o que mais podemos dizer? 
Com envolvimentos e comprovados as participações dos integrantes do governo Dilma, indicação de Lula.
Num mesmo governo, é absurdo!!!! Dilma não mandou ninguém embora, para não dizer que não mandou, demitiu quem falou mal de Ideli Salvati e da outra Ministra fraquinha que nem conhece Brasília, este foi demitido.
Portanto os outros saíram quando a casa havia caído, depois de serem convocados no Senado e mentir, somente ai pediram demissão.
Uma twiteira, me escreveu afirmando que Dilma estava fazendo a famigerada faxina inexistente, como podem ser tão burros? Não lêem as notícias??
É triste a que grau anda a alienação deste povo, não enxergam a verossimidade dos fatos.
Nunca antes na história como diz o Sr. Lula, HOUVE TANTOS DESCALABROS E AUSÊNCIA DE DECÊNCIA, QUE MESMO APÓS SEREM FLAGRADOS, MENTEM DESCARADAMENTE, SOMENTE NO GOVERNO LULA/DILMA, então cadeia para este povo, começando de seus líderes mafiosos.
Povo acorda!!!!!!!

2 comentários:

  1. Este país ainda não encontrou um rumo decente. Até hoje segue sendo explorado por mercadores das necessidades básicas, trocando favores (espelhinhos) por votos (ouro). A colonização nunca foi tão forte como nessa era petista.
    O mais grave é que além de terem mentido descaradamente, prometendo mudar tudo o que aí está, repito: o pior é que muita gente burra insiste em acreditar nesses bandidos que estão no poder.
    Só com Educação é que se muda um país. Vide Coréia do Sul, apenas um pequeno exemplo.
    Vida que segue, vamos fazendo a nossa parte de tentar conscientizar um povo tão estragado.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado amigo, estamos lutando e as vezes, sentimo-nos totalmente impotentes, tentando alcançar àqueles tão alienados e manobrados;
    Mas como disse vamos fazendo nossa parte.
    bjs

    ResponderExcluir

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket