photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

sábado, 14 de janeiro de 2012

É possível descobrir se você terá Alzheimer com 10 anos de antecedência...






Por Bernardo Staut em 12.01.2012 as 17:00  RSS Feeds

Os tratamentos para Alzheimer são pouco efetivos, então não sabemos até que ponto seria bom para a pessoa saber com antecedência se vai ou não ter a doença. Entretanto, para os pesquisadores, esse conhecimento é importante para entender a evolução do problema.
Compreender as mudanças biológicas que ocorrem durante o estágio clínico “silencioso” – os anos anteriores aos sintomas – oferece pistas sobre os casos da doença e pode inclusive oferecer novos medicamentos para impedir a progressão.
Em um novo estudo, pesquisadores da Universidade da Califórnia identificaram mudanças químicas que ocorrem no cérebro das pessoas destinadas a ter Alzheimer, com pelo menos dez anos dos sintomas acontecerem. A equipe identificou mudanças em 56 proteínas.
Existem duas formas de Alzheimer, a familiar e a esporádica. A maioria dos casos é esporádica e desenvolvida depois dos 65 anos. As causas desse tipo ainda não são completamente compreendidas, mas são pelo menos parcialmente genéticas. Já a forma familiar, que afeta apenas 2% dos pacientes, é causada por certas mutações genéticas. Geralmente aparece antes dos 65 anos, e é herdada – os descendentes de uma mesma geração têm 50% de chances de desenvolvê-la.
Para o estudo, os pesquisadores estudaram as proteínas do fluído cérebro-espinhal de 14 pessoas com o gene mutante, e as compararam com cinco não portadores. No total, 56 proteínas apresentaram diferenças significativas. Catorze já haviam sido relatadas em estudos anteriores, mas o resto é novidade.
“Infelizmente, no momento não temos medicamentos efetivos para parar a progressão de Alzheimer”, afirma o pesquisador Ringman. “Nesse estudo, identificamos mudanças químicas que ocorreram no cérebro de pessoas destinadas a desenvolver Alzheimer em 10 anos ou mais. Ao estudar o fluído cérebro-espinhal de pessoas com uma idade relativamente jovem, descobrimos mudanças que indicam inflamações e quebra de sinapses”.
“Isso oferece novos alvos para intervenções de medicamentos, e ajuda a elucidar em que ponto o Alzheimer familiar e o esporádico são similares e distintos. Esse conhecimento pode permitir que façamos tratamentos para indivíduos, dependendo do tipo da doença que têm”. [ScienceDaily]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Junte-se a nós por um Brasil limpo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket