photo lourdesalho-brasil02.gif

"Um exército inteiro de romanos, era incapaz de deter um punhado de galesas.
Elas surgiam convertidas em verdadeiras 'fúrias':
inchando o peito, relinchando como cavalos selvagens e rangendo os dentes,
se atiravam sobre os adversários dando patadas, mordidas e
praticando ações tão fulminantes, que todos diziam que elas se convertiam em verdadeiras catapultas.
Eram umas lobas que, à céu aberto lutavam raivosamente para proteger sua tribo."

DEIXE AQUI SEU DESABAFO, SUA DENÚNCIA OU SEU RECADO! FALA QUE TE ESCUTO!

As (os) que fazem a diferença...

Parabéns pelo excelente Site! "Meninas SuperPoderosas"

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

"Você está fazendo parte da melhor e maior seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs premiados - Selecionado pela nossa equipe,
você está agora entre os melhores
e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!
- Parabenizamos pelo ótimo trabalho! -
Confira o seu link no item: ' Blog ' http://www.vejablog.com.br/blog
- Os links encontram-se rigorosamente em ordem alfabética -"

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

A FALTA DE RESPEITO DO GOVERNO DILMA NA SAÚDE.... NUNCA A SAÚDE PÚBLICA E PRIVADA ESTEVE TÃO RUIM NESTE PAÍS !!!





Clientes com plano de saúde têm atendimento negado e recorrem à Justiça A maioria dos casos que chegam aos plantões dos tribunais brasileiros é de consumidores lutando contra planos de saúde em situações de emergência.

A maioria dos casos que chegam aos plantões dos tribunais brasileiros é de consumidores lutando contra planos de saúde em situações de emergência. Nossas equipes acompanharam três desses plantões, no Rio, em São Paulo e no Recife. Registramos a aflição de quem precisa de uma cirurgia ou de um procedimento, que pode ser a diferença entre a vida e a morte. 

Emergência não tem hora nem lugar para acontecer. Se o parto não for feito logo, o bebê de Marcelo e Liana corre muito risco. O sogro de Fábio está muito mal. Michelle precisar ser operada logo. 

Faz mais de uma semana que dona Josefa sofre, esperando a autorização para ser operada. 

Todos eles pagam plano de saúde. Segundo a Agência Nacional de Saúde (ANS), que regulamenta o funcionamento dos planos, essas pessoas deveriam ter sido atendidas. 

“A lei garante o atendimento de urgência e emergência após 24 horas da contratação do plano”, aponta Carla Soares, diretora de Produtos da ANS. 

Continue lendo >>

PM E MÉDICOS FAZEM MEGAOPERAÇÃO PARA SOCORRER FAMÍLIA COM BOTULISNO NO INTERIOR DE SP





Folha de São Paulo 19/08/2012 - 22h02
Cotidiano

PM e médicos fazem megaoperação para socorrer família com botulisno no interior de SP

VALMAR HUPSEL FILHO


Uma megaoperação envolvendo médicos, um enfermeiro e até um helicóptero da Polícia Militar foi montada neste domingo (19) para levar medicamentos a uma família intoxicada por botulismo em Santa Fé do Sul (625 km de São Paulo).

A polícia foi chamada por volta das 11h. O objetivo era transportar um soro que poderia evitar o avanço da infecção e que estava disponível apenas no Instituto Pasteur, no centro de São Paulo.

Caso o tratamento não ocorresse, a previsão dos médicos era que a família só tivesse mais seis horas de vida.

O casal Benedito José dos Santos, 38, Elisete Garcia, 30, e os filhos Juliana Bruna, 12 e Cristiano, 9, deram entrada na Santa Casa de Misericórdia de Santa Fé do Sul na noite de sábado (18), com diarreia e vômitos.

CORRIDA CONTRA O TEMPO


A situação dos pacientes se agravou e eles foram levados à UTI durante a madrugada. O médico de plantão, Fred Lizidat, diagnosticou botulismo. A suspeita é que a família tenha sido intoxicada após comer mortadela contaminada.

Os pacientes poderiam apresentar sinais de paralisia em poucas horas e chegar a morrer sem os medicamentos, de acordo com a equipe médica da Santa Casa.

No entanto, o local mais próximo onde havia o soro antibotulínico, indicado nestes casos, era o Instituto Pasteur. A viagem de carro entre Santa Fé do Sul e São Paulo dura cerca de nove horas.

Para ajudar no transporte, um helicóptero Alfa 16 da PM com um enfermeiro a bordo decolou do Campo de Marte, zona norte da capital, recolheu o soro no instituto e retornou.

Em seguida, o material, refrigerado, foi transferido para um avião, que seguiu do Campo de Marte ao aeroporto de Santa Fé do Sul, onde pousou às 13h40.

Segundo o médico José Ferreira, após receber o soro, a família continua em observação na UTI, mas começa a apresentar sinais de melhora.

"A evolução é lenta, mas o risco agora é de 3 em 10. Sem o soro, era de 10 em 10."

O médico ressalta que, apesar da violência com que a bactéria que causa o botulismo atinge o organismo humano, uma vez curada, a doença raramente deixa sequelas.


Fatimassauro

Continue lendo >>

sábado, 18 de agosto de 2012

BRASIL PÓS-FICÇÃO

Tudo é questão de tempo.
Essa é uma palavra mágica, pois o tempo de Deus é diferente no mundo dos humanos.
Para quem não crê, por favor, analise minhas palavras antes de julgar sem fundamento.

Se algum petista tivesse sido eleito antes de Fernando Henrique, o Brasil já estaria arruinado, sem chance de se reerguer.
Sim, porque se tivéssemos a inflação galopante aliada aos problemas de crise internacional e estagnação da economia mundial, como ocorreu nos anos noventa, com uma oposição truculenta e determinada a “destruir o governo”, então sob o comando de Luiz Inácio, dificilmente o país teria resistido. Provavelmente também não teria se recuperado do jeito que se sucedeu com a ação de grandes nomes que contribuíram para a estabilização de nossa economia e a consolidação do Plano Real.

Mesmo com todas as evidências, o eleitor cedeu ao jogo sujo que apagou da memória do brasileiro todas as conquistas alcançadas até então (vejam que cerca de CINCO MILHÕES de famílias já recebiam o benefício do programa Bolsa-Escola, por exemplo, mas esqueceram disso).
O marqueteiro da campanha do PT também desconstruiu o trabalho e a imagem de quem foi considerado o melhor Ministro do mundo, reconhecido pela ONU, o então candidato José Serra, e, em 2002 o eleitor resolveu partir para a aventura de eleger alguém que jamais havia vencido uma eleição majoritária.

Para compensar a decisão desastrada, parece que Deus teve piedade de nós e, numa virada espetacular, estabeleceu-se no mundo uma onda de desenvolvimento que carregou o Brasil no colo. Estivemos esses anos sempre na lanterna, mesmo assim sentimos algum efeito positivo dessa onda de crescimento na economia mundial.

É algo parecido com aquele texto “Pegadas na areia”. Pois, no momento em que o país ficou abandonado à própria sorte, resultado de uma brincadeira nas urnas, somente um milagre poderia justificar como que o Brasil conseguiu andar sozinho. 

Na verdade, o empreendorismo de setores como o agronegócio e a índole do brasileiro que gasta tudo o que tem e o que não pode, agravada com o estímulo ao consumo irresponsável,  foram fundamentais para compensar a ausência de governo.
Pois é, no momento em que o presidente eleito declarou “não preciso fazer nada porque o povo me ama” - apenas montou uma equipe para dar continuidade aos programas do governo anterior e convidou um tucano para presidir o Banco Central - "Deus carregou o brasileiro no colo" para que não fosse vítima da IDEOLOGIA ULTRAPASSADA do partido que está no comando do país há uma década.

Eis que temos uma reviravolta que escancara a realidade do Brasil. Condenado ao atraso com um dos piores ÍNDICES de desenvolvimento humano do planeta, o que é muito mais grave que os números do mercado financeiro alardeados pelo governo, temos que correr atrás do prejuízo.
 
 
A última edição da revista britânica “Economist” lembra que chegou ao fim o período de bonança do país, quando tivemos um estrondoso aumento da arrecadação, o que possibilitava mais contratações no setor público e correções salariais.

Em meio ao atual quadro de desaceleração da economia, diz a “Economist”, Dilma se viu confrontada pela paralisação dos servidores públicos, que estão em greve há três meses. Da Polícia Federal a agências estratégicas, a paralisação reúne cerca de 300 mil servidores, quase metade da força de trabalho do setor público federal.

A situação piora ainda mais se o brasileiro começar a perceber que nada foi feito nos últimos dez anos para manter a sustentabilidade de nossa economia.

O ex-presidente Lula, e agora Dilma, têm agido como a cigarra que torrou tudo o que arrecadou no período de fartura. Jogaram por terra todas as conquistas herdadas de governos anteriores que, como a formiga da fábula, haviam construído um patrimônio admirável, mesmo passando por momentos de turbulências na economia mundial.

Esse  legado, combatido ferozmente pelo PT quando era oposição, acabou por ser destruído em seu governo.

(Continua AQUI)

Continue lendo >>

DILMA SE DEPENDER DOS VOTOS DE SEUS SERVIDORES.... NEM PARA SER SÍNDICA DE CORTIÇO CONSEGUIRÁ !!!!





Dilma se dependesse de votos de seus servidores não ganharia nem para síndica de cortiço.

Totalmente inflexível, Dilma tenta mascarar sua incompetência como governante de uma nação como o Brasil, com posicionamento fascista.






Advogados da União também podem entrar em greve nos próximos dias

18/8/2012 16:02,

Sabrina Craide
Repórter da Agência Brasil
Brasília –

O presidente da Associação Nacional dos Advogados da União (Anauni), Marcos Luiz da Silva, disse hoje (18) que a categoria poderá decretar greve a partir da próxima semana, se considerar insatisfatória a proposta do governo, de reajuste de 15,8%, a ser pago até 2015. Silva esteve reunido na tarde de hoje com o secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça.
“Entendemos que a proposta sequer repõe a inflação do período. A ideia é levar a proposta para as bases, onde já há um sentimento de um certo repúdio à proposta apresentada. Temos a expectativa de uma reação da base, podendo inclusive haver deflagração de greve”, disse o representante dos advogados da União, que são cerca de 1,7 mil em todo o país.
Também participaram da reunião representantes de procuradores federais e defensores públicos.
Edição: Nádia Franco

Continue lendo >>

LULA ORADOR DO MAU NÃO ESTÁ ENTRE OS RÉUS NO JULGAMENTO DO MENSALÃO?? SAIBA POR QUÊ

LULA RI, POIS INVENTOU O MENSALÃO 

E O POVO ACREDITA NA SUA INOCÊNCIA...


LOGO ACIMA: LULA E O MINISTRO GILMAR MENDES DO- STF

LULA ESTA ACOSTUMADO A MANIPULAR AS PESSOAS 

COMO UMA PESSOA COM ESTE TEMPERAMENTO 

PODERIA DIZER QUE NADA SABIA DOS ROUBOS DE SEU GOVERNO?

LULA- HADAD E PAULO MALUF

AGLUTINAÇÃO DOS CRIMINOSOS

LULA O ORADOR DO MAUTRAIDOR, DISSIMULADO E EGOCÊNTRICO




Só posso refletir e dizer: NUNCA ANTES NESTE PAÍS ROUBOU TANTO COMO DESDE 2003, quando  o povo colocou um farsante  no Poder.Um homem que se dizia trabalhador, tendo tão pouco trabalhado, pois, uma grande parte de sua vida, permaneceu envolvido em sindicato do qual o fazia apenas agitar greves e prejudicar os pobres funcionários que acreditavam em sua "Honestidade", combinado com os patrões.E assim o povo também dando um voto de confiança a este "Egocêntrico" desequilibrado e extremamente manipulador.Estes por sua vez transformou o país neste picadeiro e palco de tantas "MARACUTAIAS" palavra sempre utilizada, quando referia-se a José Sarney e Paulo Salim Maluf seus arqui inimigos outrora e hoje caminham de braços dados.Existe uma frase muito antiga, do tempo de minha avó : "Quem anda com porco COME LAVAGEM".O povo assemelha aos pombos, que comem farelos que deixamos cair, o primeiro come as migalhas que o "Governo Assistencialista" lhe dá como esmola, quando na verdade muito mais lhe é tirado.



O ministro Joaquim Barbosa durante o julgamento do mensalão: a questão é que o Supremo não poderia, mesmo, "mandar" o Ministério Público denunciar Lula -- ou qualquer outro (Foto: Supremo Tribuna Federal)

Coluna de Ricardo Setti- Veja


17/08/2012 às 19:53 \ Política & Cia
MENSALÃO: Atenção, torcida do PT: o Supremo não absolveu Lula, não. A decisão de não incluí-lo no processo teve caráter técnico. Veja por quê


O ministro Joaquim Barbosa durante o julgamento do mensalão: a questão é que o Supremo não poderia, mesmo, "mandar" o Ministério Público denunciar Lula -- ou qualquer outro (Foto: Supremo Tribuna Federal)
Amigas e amigos do blog, coisas incríveis acontecem “nestepaiz”. Fiquei sabendo que houve gente comemorando a “absolvição” de Lula em relação ao mensalão porque, por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal rejeitou incluir o ex-presidente como réu do processo do grande escândalo.

NÃO É NADA DISSO!

O Supremo, seguindo o voto do relator do processo do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, entendeu que não cabe à Corte “impor” ao Ministério Público quem ele deve denunciar ou não, pelo caso.

Foi o advogado do presidente do PTB, Roberto Jefferson, quem pediu à corte que Lula passasse a figurar como réu no processo iniciado pelo procurador-geral da República em 2006.

O advogado Luiz Francisco Corrêa Barbosa, juiz aposentado, é macaco velho. Ele quis fazer barulho e jogar pressão, em nome de Jefferson, sobre Lula, porque certamente sabia de antemão que, mesmo supondo ser verdadeira sua assertiva de que Lula fora quem ordenara a compra de votos para apoio a seu governo, o ex-presidente não poderia ser incluído no processo pelo Supremo.

E por quê?

Porque, segundo a Constituição da República Federativa do Brasil (veja o artigo 129, inciso I), o Ministério Público, em nome da sociedade, é o único titular da ação penal pública. Ou seja, em havendo crime — exceto em casos como crimes contra a honra, em que o ofendido pode decidir se processa ou não o ofensor –, a denúncia perante a Justiça, em nome de toda a sociedade, interessada em manter a ordem e no cumprimento das leis, só pode ser feita pelo Ministério Público, a quem incumbe, de acordo com a Constituição (artigo 127), “a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis” (aqueles de que o cidadão, mesmo querendo, não pode dispor, não pode abrir mão).

Se alguém sofre uma tentativa de homicídio, evidentemente dará queixa à polícia. Mas, apurados os fatos em inquérito policial, esse alguém não pode processar o suposto autor. O inquérito é remetido ao Ministério Público (nesse caso, do Estado) e um promotor público iniciará a ação criminal.

O que o Supremo, portanto, fez no caso foi tomar uma decisão TÉCNICA e PROCESSUAL: a Constituição não lhe dá poderes para “mandar” o Ministério Público incluir alguém em uma ação penal. Trata-se de prerrogativa exclusiva — no caso, do procurador-geral da República.

Esclarecido esse ponto fundamental, continuo com a tese que já defendi aqui: Lula deveria, sim, estar sentado no banco dos réus, ao lado dos 38 mensaleiros.

O procurador-geral da República não o incluiu como denunciado, lá atrás, em 2006, por razões que só ele sabe, mas que suspeito tenham a ver com o temor de uma crise institucional grave, devido à enorme popularidade do presidente e ao fato óbvio de que, uma vez denunciado, Lula se tranformaria em vítima “das elites” que pretenderiam “derrubá-lo” — mesmo sendo o então procurador, Antonio Fernando de Souza, tanto quanto o atual, Roberto Gurgel, nomes selecionados pelo Palácio do Planalto e submetidos à aprovação do Senado.

O que quero dizer às amigas e aos amigos do blog é que, sim, pessoalmente, aqui do meu modesto canto, vejo claríssimas razões para que Lula devesse estar sentadinho no banco dos réus.

Lula deveria, sim, estar no banco dos réus pelo escândalo do mensalão.

E por quê?

Aqui, vou me repetir (“Ah, como é doce repetir-se”, chegou a escrever Nelson Rodrigues).

Indo por partes.

O advogado acusou Lula de ter “ordenado” o pagamento de parlamentares para facilitar a formação de uma base governista no Congresso. Argumentou (é é a poura verdade!) que apenas Lula, como presidente da República — e mais ninguém do Executivo, porque a Constituição não deixa –, detinha a prerrogativa atribuída constitucional de apresentar ao Congresso projetos de lei durante o lulalato.

Portanto, somente ele, Lula, poderia corromper parlamentares para que votassem segundo os interesses de seu governo.

Os ministros denunciados, a começar pelo chefe da Casa Civil de Lula, José Dirceu, seriam apenas executores do mensalão ou “braços operacionais” de Lula no esquema.

Barbosa não teve papas na língua para abordar o papel de Lula na coisa toda:

– Não se pode afirmar que o presidente Lula fosse um pateta, um deficiente, que sob suas barbas estivessem acontecendo essas tenebrosas transações. Tudo acontecendo sob suas barbas… e nada?

Não ficou só nisso:

– Lula é safo, é doutor honoris causa e, não só sabia, como ordenou o desencadeamento de tudo isso que deu razão à ação penal. Sim, ele ordenou. Aqueles ministros eram apenas executivos dele.

O advogado usou de expediente para fazer barulho ao pedir que o Supremo incluísse Lula na ação, como já expliquei.

Mas, no fundamental, ELE TEM RAZÃO!

Surgiu com Seneca, no Império Romano de há 2 mil anos, o princípio do, em latim, cui prodest: a quem aproveita o crime? Lucius Annaes Seneca, ou Sêneca (4 a.C-65 d.C), não foi apenas um grande filósofo, como também um grande advogado. É dele a frase, em sua versão da tragédia Medeia: “Cui prodest scelus, is fecit”. “A quem aproveita o crime, esse o cometeu.”

Como escrevi anteriormente, isso até eu, mero bacharel em Direito que nunca exerceu a advocacia, sei. Aprendi nas salas de aula da Universidade de Brasília, com os professores Roberto Lyra Filho e Luiz Vicente Cernicchiaro, então juiz criminal — e mais tarde ministro do Superior Tribunal de Justiça.

Sendo assim, pergunto a quem duvida da tese que exponho: por que raios José Dirceu, apontado pelo Ministério Público como o “chefe da quadrilha” do mensalão, montaria um esquema de corrupção para cooptar deputados sem que isso aproveitasse ao governo Lula, a quem servia?

José Dirceu armaria o mensalão para quê? Para ele?

Com que objetivo?

Se, como lembrou o advogado, só quem, no Executivo, dispõe da prerrogativa constitucional de enviar projetos ao Congresso – e, ali, fazer sua base parlamentar aprová-los – é o presidente da República?

Aí vem de novo o inacreditável discurso em que Lula, em agosto de 2005, acabrunhado e pálido, pede desculpas à nação. E se diz “traído”.

Se ele naquela ocasião abrisse o jogo, dissesse o porquê das desculpasse e apontasse quem o traiu – suponhamos que fosse Dirceu –, eu não estaria teria escrito o post anterior em que defendi a tese, nem estaria redigindo este aqui.

Isso, contudo, não aconteceu, como sabemos. Ficamos, estarrecidos, diante da situação kafkiana de um presidente da República pedindo desculpas ao país por algo que ocorreu de deplorável, errado e grave — e mais tarde, já fora do cargo, esquecer o discurso e dizer que o mensalão foi uma “tentativa de golpe” e uma “invenção” das “lites” para “derrubá-lo” — farsa essa que prometeu “desmascarar” (promessa de que também se esqueceu).

Por que Lula pediria desculpas, se nada errado havia ocorrido em seu governo e no comando do PT?

E a situação kafkiana continuou, com o então presidente acusando alguém ou alguns de algo gravíssimo – traição – sem, contudo, jamais identificá-los, nem esclarecer que tipo de traição havia se passado.

Para mim está claro, hoje, que o discurso não passou de manobra para baixar a crescente indignação na sociedade diante da vastidão do escândalo e para serenar os ânimos de parlamentares que, apesar de intimidados pela popularidade de que Lula continuava desfrutando, cogitaram seriamente de tentar decretar seu impeachment.

Algo que a oposição, inclusive o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, apressou-se a refrear, diante do que se considerou, então, o risco de uma seríssima crise institucional.

ATENÇÃO: não estou chamando Lula de ladrão, nem dizendo que ele é culpado de coisa alguma.

Acho, sim, correta a tese do advogado de Jefferson: Lula deveria estar sendo JULGADO.

Havia e há motivos suficientes para isso.

Se após o exaustivo trabalho do Ministério Público e do Supremo — mais de 700 testemunhas ouvidas, autos constituídos por 50 mil páginas, 234 volumes e 500 apensos — os mensaleiros forem absolvidos, muito que bem. A Justiça deu seu veredito final – e Lula, caso carregasse a condição de réu, estaria livre, leve e solto.

Se os mensaleiros, porém, forem condenados, ou os principais deles merecerem punição contida no Código Penal, Lula, que não é réu, deixará de pagar por um crime que terá sido comprovadamente cometido, em seu proveito – mas estará igualmente livre, leve e solto.


Fatimassauro

Continue lendo >>

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Ibope mostra Serra e Russomanno empatados com 26% em SP





16/08/2012 19h19 - Atualizado em 16/08/2012 20h05
Ibope mostra Serra e Russomanno empatados com 26% em SP
Haddad (PT) aparece com 9% em pesquisa estimulada.
Instituto ouviu 805 pessoas; margem de erro é de 3 pontos.

Do G1 SP


O Ibope divulgou, nesta quinta-feira (16), a segunda pesquisa de intenção de voto sobre a disputa pela Prefeitura de São Paulo neste ano. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S.Paulo".
Em relação à pesquisa anterior, José Serra (PSDB) manteve a mesma taxa (26%), Celso Russomanno (PRB) oscilou de 25% para 26%, e Haddad passou de 6% para 9% das intenções de voto.

Veja os números do Ibope para a pesquisa estimulada:

Celso Russomanno (PRB) – 26% das intenções de voto
José Serra (PSDB) – 26%
Fernando Haddad (PT) – 9%
Gabriel Chalita (PMDB) – 5%
Paulinho da Força (PDT) – 5%
Soninha (PPS) – 5%
Ana Luiza (PSTU) – 1%
Carlos Giannazi (PSOL) – 1%
Eymael (PSDC) – não pontuou
Levy Fidelix (PRTB) – não pontuou
Miguel (PPL) – não foi citado
Anaí Caproni (PCO) – não foi citada
Em branco ou nulo – 12%
Não sabe – 10%
A pesquisa foi realizada entre os dias 13 e 15 de agosto. Foram entrevistadas 805 pessoas na cidade de São Paulo. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), sob o número  00311/2012.
Pesquisa anterior
A primeira pesquisa do Ibope foi divulgada em 3 de agosto e registrou os seguintes resultados: José Serra com 26%; Celso Russomanno (25%); Soninha (7%); Fernando Haddad (6%); Gabriel Chalita (5%); Paulinho da Força (5%); Ana Luiza (1%); Carlos Giannazi (1%); Eymael ( 1%); Levy Fidelix, Miguel e Anaí Caproni não pontuaram.

Segundo turno

O Ibope simulou um possível cenário para o segundo turno em São Paulo. No caso de uma disputa entre Celso Russomanno e José Serra, o candidato do PRB teria 42% das intenções e o do PSDB, 35%. Votos em branco/nulo ficaram em 16% e não sabe, 8%

Rejeição

Os entrevistados também foram perguntados em relação a qual candidato não votariam de jeito nenhum. Serra foi o mais citado, com índice de rejeição de 37%, segundo o Ibope. Levy Fidelix aparece na sequência, com 16%. Fernando Haddad, Paulinho da Força, Soninha Francine e Eymael aparecem com 14% de rejeição. Logo depois são citados Russommano (11%), Gabriel Chalita e Miguel (9%), Ana Luiza, Carlos Gianazzi e Anaí Caproni (7%).


Fatimassauro

Continue lendo >>

terça-feira, 14 de agosto de 2012

LULA: MANDANTE DO MENSALÃO, DIZ ADVOGADO


Lula é doutor em ser safo, diz advogado de Jefferson no STF e outros vídeos - UOL Notícias  



O advogado de Roberto Jefferson, Luiz Francisco Correia Barbosa, foi o segundo a falar no oitavo dia do julgamento do Mensalão e responsabilizou o ex-presidente Lula pelo comando do maior esquema de compra de consciências da história do país.

O advogado repetiu a declaração de seu cliente de que ele já havia advertido autoridades do governo sobre pagamentos irregulares a políticos antes de sua entrevista bombástica.  E disse que o então presidente Lula foi advertido pessoalmente, na presença de Walfrido dos Mares Guia, Aldo Rebelo, Arlindo Chinaglia e José Múcio Monteiro Monteiro.

Barbosa afirmou, em defesa do réu, que Jefferson não pode ser acusado de lavagem de dinheiro porque não tinha como saber a origem suja do dinheiro — já que, em 2004, “o PT ainda era uma vestal”.
Realmente, no caso do mensalão, provavelmente muitos funcionários cumpriam ordens, mas, pelas circunstâncias, foram denunciados como participantes da quadrilha enquanto o principal beneficiado conseguiu escapar de qualquer acusação.
Será que até o final de todas as exposições conseguiremos entender como isso foi possível?

A defesa citou outro fato gravíssimo que demonstra a ligação do ex-presidente com a organização criminosa, segundo o procurador da República. Lembrou que Lula havia editado uma Medida Provisória para facilitar a entrada do BMG (um dos bancos acusados de forjar os empréstimos para dar ares de legalidade ao dinheiro público desviado) no ramo de crédito consignado. Não consigo repetir suas palavras, mas a MP não era viável. Houve uma interpretação de que só podiam oferecer crédito consignado os bancos que já operavam nessa área. Os dirigentes foram novamente a Lula, que impôs que se fizesse o que queria por decreto e, assim, o BMG teve permissão parra entrar nesse mercado, o que rendeu grandes lucros ao banco. Como "retribuição", o BMG "emprestou" milhões ao PT e abasteceu generosamente o valerioduto.
Há uma ação civil pública a respeito.

Agora vem o que eu considero mais grave: o advogado contemporizou a intenção de seu cliente de preservar Lula à época da denúncia, - claro, teve a garantia de um "cheque em branco" - mas se disse livre para apresentar os fatos, sem preocupação com questões políticas. 
Informou a todos que procurou saber que providências Lula havia tomado a respeito do caso, já que alardeava que "nunca antes nesse país" tivemos tantas ações contra a corrupção, versão apresentada nos noticiários e que lhe rendeu credibilidade. Para isso, ouviu a então chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff; o então ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos; o então ministro das Relações Institucionais, Aldo Rebelo. Resultado, Lula não havia feito absolutamente nada para coibir o Mensalão

O advogado exigiu, então, uma certidão constando essa resposta e, portanto, pode constatar que tudo não passava de teatro: “Lula é safo, é doutor honoris causa e não só sabia como ordenou o desencadeamento de tudo isso que deu razão à ação penal. Sim, ele ordenou. Aqueles ministros eram apenas executivos dele”, afirmou Barbosa. 

Em entrevista, a seguir, fala em "festival de absolvições" pelo STF e completa afirmando que tudo foi feito de caso pensado, "é um bando de zagueiros do Lula".

Continue lendo >>

ACM DISSE EM 2006 O MAIOR LADRÃO É LULA, CASO MENSALÃO E ALERTOU AS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL PARA IMPEDIR A ANARQUIA...

 
Pedido para incluir Lula no mensalão foi formalizado, diz advogado


TERRA 13/08/2012 22h00 


O pedido de inclusão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo do mensalão foi uma forma de mostrar como a ação penal era "açodada e incompleta", afirmou nesta segunda-feira o advogado Luiz Francisco Corrêa Barbosa, que defende o presidente do PTB, Roberto Jefferson. O representante do delator do mensalão disse, no intervalo da sessão de hoje no Supremo Tribunal Federal (STF), desconhecer o que seu cliente pensa sobre sua acusação de que Lula era mandante do esquema, mas garante que os ministros vão analisar a questão.

"Foi formalizado. Não sei se vocês notaram, mas todos os ministros anotaram (durante o julgamento)", disse o advogado. "Ela foi sob o enfoque constitucional, como aquela de tema já requisitado que o Márcio (Thomaz Bastos, que pediu o desmembramento do mensalão) revisitou", comparou.

Em sustentação oral nesta segunda-feira, Barbosa afirmou que Lula era o mandante do mensalão, baseando-se em uma Medida Provisória que teria favorecido o banco BMG nas operações de créditos consignados. A denúncia cita empréstimos do BMG e do Banco Rural como fonte financeira do chamado valerioduto. A procuradoria não incluiu ninguém do BMG como réu por não encontrar associação entre os dirigentes do banco e a suposta quadrilha.




“O maior ladrão do Brasil é o presidente da Republica”, ex-senador ACM

SÁB, 10 DE DEZEMBRO DE 2011 17:09 LACERDA


a-c-ggg-cc-t--0201011-452252



 
 politica-a-c-g-udenuncia-acusacao-0201011

 
 O falecido senador baiano Antonio Carlos Magalhães, em discurso da tribuna do Senado Federal, em Brasília, disse: “No Palácio do Planalto está o maior ladrão do Brasil, que é o presidente da República”. Quando essa acusação foi feita, o presidente da República era Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula.
Antonio Carlos Magalhães disse, também, que “lugar de ladrão não é, infelizmente apenas na Câmara (dos Deputados), é, também, no Palácio do Planalto, inclusive na família do presidente”.
No mesmo discurso, Antonio Carlos Magalhães chamou de “covarde” o atual ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que era o então presidente da Câmara dos Deputados.
As acusações do falecido senador baiano Antonio Carlos Magalhães estão no vídeo abaixo.




LULA COMPROU OS 3  PODERES

Acima:  MINISTRO TÓFFOLI ,  SEU ADVOGADO


Já dizia Ex Senador, ACM,  Antônio Carlos Magalhães em 2006: "Que o maior ladrão estava no Palácio do Planalto", referindo-se a Luís Inácio da Silva.

Poderia uma dona de casa, não saber o que sua empregada faz dentro de sua própria casa??

Lula, sempre foi mestre em iludir os mais incautos e simples, entretanto, não se pode enganar tantas pessoas, durante um longo tempo, sem que sua máscara não caia.

É chegada a hora,  as suas mentiras estão vindo à tona, pode até não pagar por todos seus crimes, porém sua imagem estará suja e sua história ficará com um enorme buraco negro.

Na Ditadura ele ludibriou até mesmo os generais para ser poupado e até mesmo ganhou curso nos Estados Unidos em troca traiu seus companheiros. 

Fez um curso se tornou o grande orador/enganador, entretanto com seu poder de persuasão atraiu  muitos trabalhadores nas portas das fábricas, contudo combinado de antemão com os patrões para efetuar corte na folha de pagamento, mais uma vez trouxe  desgraças aos que acreditaram nele.

Alimentou um sonho e conseguiu chegar a presidente da República.  

Infelizmente não foi diferente, com suas mentiras, manipulações, conchavos para perpetuar no "Poder" durante um longo tempo o fizeram articular o chamado "MENSALÃO", compra de apoio de parlamentares de outros partidos que compartilhavam da mesma índole.


Quem sabe este falsário, pagará de uma forma ou de outra por algum de seus tantos crimes??





Fatimassauro

Continue lendo >>

sábado, 11 de agosto de 2012

QUANDO SE É PEDRA É ASSIM.. E QUANDO SE É "VIDRAÇA" A COISA É ANTAGÔNICA... ASSIM É O PT E AS GREVES!!!

PT  E LULA  - COMEÇARAM ASSIM.......................







Logo abaixo Link com Áudio do Discurso de LULA, Numa das Grandes Greves encabeçada por este Manipulador, Mentiroso,Dissimulado e Egocentrista em 03/04/1980- São Bernardo do Campo.

http://jblog.com.br/outraspaginas.php?itemid=25076 


PT- FALECENDO DESTA FORMA......

Nova mesa diretora do Tribunal Regional Federal 5ª Região toma posse hoje


ENTRETANTO PARA DESVIOS COM MENSALÕES, CACHOEIRAS, NA CUECA, ARAPONGAS....

TEM DINHEIRO......


QUALQUER SEMELHANÇA É MERA COINCIDÊNCIA.......

AL CAPONE

LULALCAPONE

NUNCA MAIS VOTE  NO PT DE LULA E DILMA


Fatimassauro oieuaqui travezzzz

Continue lendo >>

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

post by estel@

Continue lendo >>

UM PARTIDO QUE SURGIU AS CUSTAS DAS GREVES EM TODO O PAÍS. NÃO NEGOCIA, PARA SOBRAR VERBAS PARA OUTROS MENSALÕES E DINHEIRO NA CUECA !!!!





PT - PARTIDO DOS TRABALHADORES???
OU DOS TRANSGRESSORES??


SURGIU COM AS GREVES E ESTA MORRENDO COM ROUBOS E GREVES




Dilma obteve votos para se tornar a primeira presidenta do Brasil, entretanto, não valorizou os votos que obteve  na maioria, de servidores federais, aposentados e a classe dos que recebem a "BOLSA ESMOLA".
No pleito eleitoral anterior, servidores defendiam o PT, a votaram maciçamente na referida mulher escolhida pelo "Capone" de Garanhuns.
Mas como a máscara dos nazistas, tendem a cair, não foi diferente com Dilma, desde o início de sua posse, mostrou-se dura com os aposentados e servidores.
Uma verdadeira explosão de greves explodiram este ano no país, mostrando a grande insatisfação, além do povo mais esclarecido, uma multidão de pessoas a repudiam severamente.
Enfim DILMA A "MÃE DO PAC DO MENSALÃO" mostra a que veio, e não abre mão de reajuste ou planos de cargos e carreiras, assim sobra verbas para poder desviá-las para o "Paraiso Fiscal da GANG PETISTA", quantos "Mensalões" ainda estão por vir a tona escandalosamente???
Quem diria? Um Partido que surgiu às custas de "Greves" e hoje sustenta maioria dos sindicatos.

Neste momento, em que Dilma não aceita negociar com servidores, quanto em dinheiro, deve estar sendo objeto de negociatas escusas???


QUEM VIVER VERÁ !!!!

QUEM SABE O POVO ABRE OS OLHOS E APRENDE A VOTAR, OU MORRE A MÍNGUA POR FALTA DE INFRA-ESTRUTURA E DESVIOS DO GOVERNO TERRORISTA/DITATORIAL


Policiais federais exibem cartazes durante passeata realizada em Brasília, no segundo dia de greve da categoria, que reivindica reestruturação na carreira




Manifestantes ocupam as ruas do centro do Rio
9/8/2012 14:48,  Por Redação, com Agências - do Rio de Janeiro
via Correio do Brasil

Policiais federais exibem cartazes durante passeata realizada em Brasília, no segundo dia de greve da categoria, que reivindica reestruturação na carreira
Servidores públicos federais se concentram na Candelária, no centro do Rio de Janeiro. Eles reivindicam melhores condições de trabalho. Os manifestantes seguiram em passeata ao longo da Avenida Rio Branco, uma das principais vias do centro, em direção à Cinelândia.
Cartazes, faixas, apitos e carros de som foram usados durante o percurso, com a finalidade chamar a atenção da população para as reivindicações dos servidores. Policiais militares acompanharam a passeata.
Segundo informações do site de noticias G1, o diretor do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no estado do Rio, Geraldo Nunes Pereira Filho, disse que o principal objetivo do protesto é pressionar para o governo atender às reivindicações do servidor público federal. Segundo ele, a proposta foi apresentada em fevereiro ao Governo Federal, que até o momento não se manifestou. Eles ocuparam o restante da avenida, na altura da rua do Ouvidor e se deslocaram no sentido Cinelândia.
Os manifestantes também se colocaram contra o Decreto N° 7.777/12, que permite ao governo federal, em caso de greve de seus servidores, fechar parcerias com estados e municípios para assegurar o funcionamento dos serviços federais. De acordo com o CTB, atualmente há 25 categorias em greve no país, em 25 estados e no Distrito Federal. A mais antiga é a das universidades federais, que estão paradas há 111 dias.


Servidores federais em greve fazem manifestação no centro do Rio reivindicando reabertura das negociações
Universitários ocupam reitoria da UFRJ em apoio à grave dos servidores
Estudantes da UFRJ ocupam Canecão e pedem centro cultural público
Estudantes da UFRJ ocupam reitoria em apoio a servidores grevistas
Servidores federais fazem manifestação em frente ao prédio do Banco Central no centro do Rio


Fatimassauro 




Continue lendo >>

terça-feira, 7 de agosto de 2012

A CLASSE TRABALHADORA REAGE A UM ATAQUE HISTÓRICO




A CLASSE TRABALHADORA REAGE A UM ATAQUE HISTÓRICO
Na greve do funcionalismo público federal (Andes, Fasubra, Sinasefe, principalmente) se concentram todas as contradições da política brasileira. Em inícios de agosto, até os servidores (funcionários) da Polícia Federal votaram sua entrada em greve. A oferta de “reajustes” salariais do governo Dilma não cobre sequer as perdas dos anos em que os salários permaneceram congelados, sem falar na destruição da carreira funcional. Uma vez descontada a inflação, mesmo usando índices modestos e otimistas, os reajustes médios propostos pelo governo até 2015 variam entre 0,36% e 5,52% negativos. A “economia de caixa” que o governo pretende com o arrocho salarial federal está a serviço de uma política de subsídios ao grande capital. Não se trata apenas do pagamento da dívida pública, que compromete cerca de 50% do orçamento da União, mas também, entre outras coisas, da utilização do endividamento público para repasse direto de recursos a empresas privadas, subsidiadas pelo BNDES (que acaba de comemorar o destino do montante de R$ 342 milhões a um dos maiores conglomerados industriais do mundo - a Volkswagen).
Desde 2008, o governo (então Lula) abriu mão de R$ 26 bilhões em impostos para a indústria automotiva: cada carteira assinada pelos monopólios do automóvel custou um milhão de reais ao país. O resultado? A remessa, por essas empresas, de quase R$ 15 bilhões ao exterior, na forma de lucros e dividendos, para cobrir os buracos de caixa das matrizes “em casa” (EUA, Europa, Japão) e a onda de demissões que ora se desenvolve no setor automobilístico.  A crise mundial não perdoou o Brasil, como irresponsavelmente Lula insistiu em dizer ao longo de anos. A produção industrial recuou por três meses consecutivos, e o investimento por três trimestres consecutivos, em que pese os generosos créditos ao capital do BNDES com taxas subsidiadas, configurando um panorama de recessão. Isto em que pese o pacote de estímulos industriais, que perfaz a soma de R$ 60 bilhões (desoneração fiscal, ampliação e barateamento do crédito, redução de 30% do IPI, subsídios para as tarifas elétricas, etc.). Em energia, houve 10% de redução para as grandes empresas; os grandes empresários já pagam por uma energia subsidiada, mas continuam pressionando o governo para uma redução da carga tributária. Não bastasse todos os incentivos já oferecidos, como as reduções tributárias para estimular a venda de veículos e reduzir o estoque das montadoras nos pátios, agora o BNDES também oferece recursos para elas brincarem de “inovação tecnológica”.

Continue lendo >>

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

A REVISTA FORBES DIVULGA A MILAGROSA E RÁPIDA FORTUNA DE LULA




PODER PÚBLICO SAFADO
Geraldo Almendra

Pode um cidadão eleito presidente e pertencente à classe média baixa, se tornar, em dois mandatos presidenciais, em um bilionário apenas com seus rendimentos e benefícios do cargo?
A resposta é sim. O ex-presidente Lula é um suposto e exemplar caso
desse milagre financeiro, tendo-se como base as denúncias recorrentes já feitas pela mídia.

Conforme amplamente noticiado em algumas ocasiões uma conceituada revista - a Forbes trouxe à tona esse tema, reputando a Lula a posse de uma fortuna pessoal estimada em mais de R$ 2 bilhões de dólares, devendo-se ressaltar que a primeira denúncia ocorreu ao que tudo indica em 2006, o que nos leva a concluir que a inteligência financeira do ex-presidente já deve ter mais que dobrado esse valor, na falta de uma contestação formal e legal do ex-presidente contra a revista.

Estamos diante de um suposto caso em que o silêncio pode ser a melhor defesa para não mexer na panela apodrecida dos podres Poderes da República, evitando as consequências legais pertinentes e o inevitável desgaste perante a opinião pública.

Nesta semana a divulgação pelo Wikileaks de suspeitas - também já
feitas anteriormente - de subornos envolvendo o ex-presidente nas
relações de compras feitas pelo desgoverno brasileiro em relação a
processos de licitações passados, ou em andamento, nos conduz,
novamente, e necessariamente, a uma pergunta não respondida: como se explica o vertiginoso crescimento do patrimônio pessoal e familiar da família Lula?

O que devem estar pensando os milhares de contribuintes que têm suas declarações de renda rejeitadas e são legalmente, todos os anos,
obrigados a dar as devidas satisfações à Receita Federal sobre
crescimentos patrimoniais tecnicamente inexplicáveis, mas de valor
expressivamente menor do que o associado ao patrimônio pessoal e
familiar do ex-presidente?

A resposta é simples e direta: tudo isso nos parece ser uma grande e
redundante sacanagem com todos aqueles que trabalham - durante mais de cinco meses por ano - para ajudar a sustentar aquilo que a sociedade já está se acostumando a chamar de covil de bandidos.

A pergunta que fica no ar é sobre que atitudes deveriam e devem tomar o Ministério Público, a Receita Federal, O Tribunal de Contas e a
Polícia Federal diante de supostas e escandalosas evidências de
enriquecimento ilícito de alguém que ficou durante dois mandatos
consecutivos no cargo de Presidente da República?

Na falta de atitudes investigativas ou consequências legais, como
sempre, a mensagem que o poder público passa para a sociedade é de uma grotesca e sistemática impunidade protetora de todos, ou quase todos, que pactuam com a transformação do país em um Paraíso de Patifes.

No Brasil, cada vez mais, a corrupção compensa e as eventuais punições já viraram brincadeira que nossa sociedade, no cerne dos seus núcleos de poder públicos e privados aprendeu: a impunidade a leva a se nivelar por baixo aceitando que roubar o contribuinte já se tornou um ato politicamente correto para que a o projeto de poder do PT um Regime Civil Fascista fundamentado no suborno e em um assistencialismo comprador de votos siga inexoravelmente avante.
A omissão do Poder Público diante da absurda degeneração moral das relações públicas e privadas somente nos deixa uma alternativa de qualificação: estamos diante do Poder Público mais safado e sem
vergonha de nossa história.

A propósito quem roubou o crucifixo do gabinete presidencial no final
do desgoverno Lula?

Divulguem!

Continue lendo >>

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Este é o SINISTRO ministro que julgará o MENSALÃO, este rapaz que beija o rosto do ex-presiMente, é o irmão do ministro toffoli... Só para lembrá-los dos fatos e mostrar os motivos que este julgamento, será um marco histórico em nosso país, um divisor de águas para que o povo veja e conheça os verdadeiros ABUTRES TOGADOS que compõem a suprema corte fedegeral da república dos bananas, chamada BRAZIÚ..


Continue lendo >>

EXPLICANDO A GREVE DOS PROFESSORES



Explicando a greve dos professores Enviado por luisnassif, dom, 29/07/2012 - 22:58
Por  Viviane Souza Pereira (Professora da UFOP)
GREVE DOS PROFESSORES FEDERAIS

Esse texto sintetiza reflexões sobre a greve dos professores das Universidades Públicas. Embora redigido no plural, não representa um posicionamento coletivo deliberado pelo movimento docente. Contudo, sendo eu, professora universitária em greve, ele está permeado, inevitavelmente, por concepções construídas coletivamente nos debates realizados nas assembleias. Desnecessário afirmar que ele somente esboça uma pequena parte dos inúmeros elementos essenciais para compreensão da questão. E, além disso, busca contribuir com o esclarecimento de alguns pontos, assim como suscitar o debate sobre outros. Por: Viviane Souza Pereira (Professora da UFOP)

Ninguém gosta de greve. Ela sempre atrapalha. Desde 2010 buscamos negociação com o governo federal. Levamos conosco uma proposta construída durante anos e aprovada em Congresso Nacional dos docentes. O que recebemos? Cancelamento de reuniões, inoperância de grupos de trabalho (inclusive publicados em portarias oficiais), descumprimento de acordo assinado e indiferença diante de todas as demandas sobre a expansão não planejada das universidades. Basta uma visita às universidades, principalmente àquelas recém-criadas e/ou que abriram cursos novos, para perceber que as coisas não estão funcionando como previsto e desejável. Menos ainda como a propaganda institucional quer fazer crer.

Continue lendo >>
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE SEMPRE!

Photobucket